acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Finanças

Petrobras ainda avalia nova captação externa

31/08/2004 | 00h00

O diretor financeiro da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, disse nesta segunda-feira (30/08) que a companhia não prevê nem precisa fazer nenhuma captação externa em 2004. Entretanto, ele explicou que a empresa está observando o mercado e que poderá captar em moeda estrangeira se encontrar uma oportunidade que traga custos, duração e prazo de maturação adequados. "Vamos fazer captações se tivermos oportunidades boas", afirmou Gabrielli, que fez palestra ontem, no Câmara de Comércio Americana do Rio, sobre a inserção da estatal no mercado de capitais.
A última emissão da Petrobras no mercado externo, de US$ 750 milhões, foi realizada em dezembro de 2003. Até 2010, a companhia pretende captar US$ 16,1 bilhões. Mas o diretor mostrou números nos quais o potencial de empréstimos chega a US$ 32 bilhões no período. Mesmo sem planos para novas captações, a estatal entrou ontem com pedido de registro para uma emissão de US$ 10 milhões junto à Securities and Exchange Commission (SEC), órgão regulador do mercado de capitais americano. Trata-se de um valor simbólico para justificar a atualização dos dados de um registro anterior, feito em 2002, em que a estatal foi autorizada a fazer uma emissão global de US$ 8 bilhões em ações, bônus e bônus conversíveis. O registro, atualizado a cada dois anos, é uma autorização prévia para captações no mercado americano.
Do montante autorizado, a Petrobras só emitiu US$ 1, 9 bilhão, tendo saldo de US$ 6,1 bilhões. O gerente executivo de finanças corporativas, Almir Barbassa, disse que o novo registro foi uma formalidade, já que o objetivo da SEC é ter uma indicação de quanto a companhia emitir.



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar