acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
GNV

Pesquisa da Potigás aponta economia recorde para os consumidores de GNV

26/07/2017 | 17h20

O gás natural veicular ampliou a margem de economia para seus consumidores. Levantamento realizado pela Companhia Potiguar de Gás (Potigás) na terça-feira, 25, aponta economia de 51% do GNV frente à gasolina. Já com relação ao etanol, o índice chega a 56%. O GNV foi o único combustível que não teve alteração nos impostos.

Com o aumento dos impostos PIS/COFINS sobre os combustíveis líquidos, a expectativa do governo era de que, por litro, a gasolina aumentasse R$ 0,41, o diesel em R$ 0,21 e o etanol em R$ 0,20.

“Diante do mais recente aumento da gasolina, diesel e do etanol, quem roda acima de 50 km por dia e ainda tinha dúvidas em adaptar o seu veículo, não pode mais perder tempo e, principalmente, não pode mais perder dinheiro”, explica Franciney Souza, gerente Comercial da Potigás.

O levantamento da Companhia ainda revela que quem abastece R$ 10 consegue percorrer 25 km com a gasolina e 22 km com o etanol. Já com o GNV, o motorista consegue percorrer até 50 km.

Heber Monteiro trabalha como motorista da Uber e já percebia uma economia de 50% utilizando o gás natural veicular. Com o aumento dos impostos a vantagem ficará ainda maior. “O GNV ficou ainda mais viável, alguns colegas já estão na correria para a instalação dos kits após o aumento no preço dos combustíveis” afirma.

No último levantamento da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), realizado no mês de junho com os dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), o GNV já apresentava larga vantagem frente aos demais combustíveis. Comparado à gasolina, o produto ficava 47% mais barato.

Além da economia, os usuários ainda contam com outras vantagens pelo uso do GNV como mais segurança, já que o abastecimento do veículo é feito sem que o produto entre em contato com o ar, evitando-se assim qualquer possibilidade de combustão. O uso também contribui para o aumento da vida útil do motor e o intervalo da troca de óleo pois a queima do gás natural não provoca depósitos de carbono nas partes internas do motor. A queima do gás natural é quase perfeita, com baixa emissão de poluentes, contribuindo para a preservação do meio ambiente.

Para se tornar usuário do gás natural veicular, basta procurar uma das instaladoras credenciadas pelo Inmetro e aproveitar todas as vantagens que só o GNV oferece.

 

 



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar