acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Petrobras

Pedido de licenciamento ambiental para Complexo Petroquímico no RJ será feito este ano

07/08/2006 | 00h00

O presidente da Petroquisa, José Lima de Andrade Neto, informou na sexta-feira (4) que ainda neste ano a Petrobras dará entrada no pedido de licenciamento ambiental necessário para a construção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). O empreendimento deverá gerar cerca de 200 mil empregos diretos e indiretos, e exigirá investimentos iniciais de US$ 6,5 bilhões.

Durante reunião na Assembléia Legislativa com os deputados da Comissão Especial criada para acompanhar o projeto, Andrade Neto disse que a Petrobras está concluindo a segunda fase do empreendimento, que trata do projeto conceitual.

A terceira fase, a do detalhamento, quando serão definidas as áreas de interesse e as máquinas e equipamentos a serem utilizados na refinaria, deverá estar concluída neste ano, acrescentou.

Segundo Andrade Neto, a Petrobras aguarda a conclusão da elaboração do Plano Diretor de Itaguaí, cidade fluminense onde o complexo será instalado, para dar entrada no pedido. “O licenciamento ambiental depende ainda de algumas questões. Uma delas é a do Plano Diretor do município, cujo prazo de definição termina em outubro. Nós estamos nos preparando para, tão logo este plano esteja pronto, entrar com o pedido de licenciamento ambiental”.

A intenção da Petrobras, ainda de acordo com Andrade Neto, é a de que no final de 2007 comecem as obras de terraplenagem que marcarão de fato o início das obras de construção do Comperj. 
 



Fonte: Agência do Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar