acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
América do Sul

PDVSA investe em gás para suprir o gasoduto do Sul

23/05/2006 | 00h00

A petroleira estatal venezuelana, PDVSA, investirá US$ 1 bilhão em cinco blocos de gás natural no distrito de San Tomé, área que possui reservas associadas entre cerca de 2,5 bilhões de m³, com possibilidade de elevar a produção de gás natural de 50 milhões de m³ diários a 300 milhões de m³ por dia em cinco anos na região, informou a empresa em um comunicado.

O ministro de Energia e Petróleo e presidente da PDVSA, Rafael Ramírez, disse que San Tomé, situado no lado oriental do estado de Anzoátegui, acumulou esta impressionante quantidade de reservas graças a seus próprios depósitos naturais e a 40 anos de reinjeção por parte das petroleiras.

"Isso é um tiro ao sólo, literalmente falando, pois você dá um tiro no sólo lá e sai gás natural", comentou à imprensa.   

Obviamente que exploração e produção em terra é mais fácil", defendeu Ramírez, consultado sobre se a empresa estará voltada para San Tomé apenas porque a exploração offshore havia resultado mais difícil. No entanto, reiterou que a PDVSA está comprometida a desenvolver projetos no mar tal como Mariscal Sucre e Plataforma Deltana. "Quando se fala de Sucre, isso é 200 milhas mar adentro e uma profundidade de 150 metros. Então, se a pergunta é si é mais fácil: sim, é mais fácil".

Ramírez afirmou que com o gás de San Tomé serão atendidas duas necessidades básicas: o mercado interno, onde a PDVSA disse que existe um déficit de cerca de cerca de 500 milhões de m³ diários para alcançar objetivos como geração termelétrica e projetos como o Gande Gasoduto do Sul, iniciativa avaliada em US$ 25 bilhões, que planeja com Argentina, Brasil e Bolívia.

O presidente da PDVSA Gas, Aníbal Rosas, indicou que a companhia será o único operados em San Tomé e que não buscará investidores externos.



Fonte: BNamericas
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar