acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pernambuco Petroleum Business

Participação internacional no desenvolvimento de Suape é tema de debate no evento

20/10/2011 | 09h54
Os investimentos internacionais foram tema de debate no segundo dia do Pernambuco Petroleum Business, encontro internacional de negócios que começou na terça-feira (18) e termina hoje (20), em Porto de Galinhas, Pernambuco. De acordo com a cônsul dos Estados Unidos em Recife, Usha Pitts, é impressionante como o Nordeste tem crescido e prova disso é quantidade de vistos que o consulado americano emitirá até o fim de 2011. 
 
 
“Serão emitidos 100 mil vistos até o fim do ano. Os números mostram que atualmente o Nordeste vive uma nova fase. A taxa de crescimento do estado é duas vezes maior que a média nacional, o que é muito relevante”, explicou Usha.
 
 
A cônsul americana fez questão de salientar para o fato de que o Nordeste ainda não tem a visibilidade internacional que deveria e se preocupa que outros países também tenham uma percepção equivocada como a dos Estados Unidos. “Ainda existe uma percepção errônea de que tudo que acontece no Brasil é no Rio de Janeiro ou São Paulo. Na imaginação norte-americana, o Nordeste ainda não é referência. Entretanto, aqui é onde as coisas estão acontecendo, principalmente no setor petrolífero”, ressaltou Usha ao lembrar que o Brasil e Estados Unidos são parceiros naturais. 
 
 
Turid Eusebio, embaixadora da Noruega, disse que apesar da distância e do tamanho da Noruega, que tem menos de 5 milhões de habitantes, o país é o sétimo maior investidor no Brasil. “Atuamos  em mineração, papel e celulose, estaleiros, alumínio, etanol e atividades petrolíferas. Temos uma forte estratégia de investimentos no país. Mais de 25% da frota offshore brasileira estão nas mãos de empresas norueguesas. O Nordeste pode ser incluído nestes investimentos, mas precisa mostrar que tem este desejo”, salientou.
 
 
A Alemanha foi representada pelo cônsul geral da Alemanha no Recife, Thomas Wülfing, que disse que hoje vive no melhor país do mundo e que possui as maiores riquezas naturais. “Os alemães têm relações com o Brasil há mais de 100 anos”, enfatizou.
 
 
O Canadá, Reino Unido e Países Baixos também foram representados. Hoje (20), último dia do evento, o presidente da Transpetro, Sergio Machado, ministrará a primeira palestra “Projetos de investimentos no Nordeste nas áreas social, cultural e de infraestrutura básica”. O governador de Pernambuco Eduardo Campos fará o encerramento do encontro.        



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar