acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Parker inaugura fábrica em Arujá, São Paulo

21/03/2013 | 13h35
Parker inaugura fábrica em Arujá, São Paulo
Unidade de Arujá (SP) Unidade de Arujá (SP)

 

A Parker Hannifin, empresa de soluções para diversas áreas da engenharia, inaugurou, no último dia 12 de março, sua oitava fábrica no país. A nova unidade de Arujá (SP) é dedicada à fabricação de filtros e acessórios hidráulicos para a indústria de transformação, equipamentos para construção civil, equipamentos agrícolas e rodoviários.
O evento de inauguração teve a presença do presidente mundial do Grupo de Filtração, Peter Popoff, do novo presidente do Grupo Latino-Americano da Parker, Candido Lima, e do gerente geral da Divisão Filtração, Sérgio Monteiro, entre outros executivos da companhia, bem como distribuidores dos produtos e representantes da imprensa.
Com 4.000 m2, as instalações de Arujá dão origem à Unidade de Negócios Filtração Hidráulica da Parker. Foram transferidas para a nova fábrica as linhas de produção de filtros hidráulicos que a empresa mantinha em São José dos Campos e na antiga fábrica da HDA Acessórios e Equipamentos, localizada no bairro do Ipiranga, em São Paulo, adquirida em 2011. Em consequência da fusão, a Parker se tornou a maior fabricante de filtros hidráulicos da America Latina. A empresa destina seus produtos ao fornecimento a fabricantes OEM e também ao mercado de reposição, por meio de distribuidores autorizados em todo o Brasil.
Em seu pronunciamento, Sérgio Monteiro destacou os planos da companhia para o futuro próximo, que incluem triplicar a produção nos próximos meses. A produção anual de filtros hidráulicos, que era de 10 mil peças por ano em 2011, deve chegar próximo a 30 mil itens em 2013, sendo que a capacidade instalada da nova fábrica é de 40 mil peças. “O fato de sermos o único fabricante internacional de filtros hidráulicos no país nos traz a possibilidade de iniciar diversos desenvolvimentos, uma vez que temos acesso irrestrito às novas tecnologias de filtração desenvolvidas no exterior”, explicou. “Podemos oferecer qualquer solução que nossos clientes precisem nos campos da filtração, condicionamento e monitoramento de fluidos hidráulicos”. Monteiro lembrou também que a Parker mantinha uma linha de produtos caracterizada pelos altos volumes, enquanto a HDA sempre teve um portfólio altamente diversificado. “Unificamos as melhores características de ambas as marcas em benefício do mercado brasileiro e de nossos clientes”, anunciou o gerente geral da Divisão Filtração.
Por sua vez, o presidente mundial do Grupo de Filtração Peter Popoff declarou que a nova operação dá à Parker a oportunidade de abrir uma nova plataforma estratégica de produção no Brasil. “Já temos uma plataforma completa de filtração em São José dos Campos, dedicada a filtros para motores, equipamentos e filtros automotivos; agora esta nova fábrica permitirá acelerar nossas operações nas áreas da filtração hidráulica e lubrificação”, informa. “Este é um mercado muito relevante, afinal, estamos falando da tecnologia que representa a ‘casa de força’ do mundo industrial”, justifica. “Acreditamos que esta unidade irá crescer rapidamente, a ponto de dar origem a uma segunda Divisão de Filtração da Parker no Brasil; temos ótimas oportunidades de expansão porque pretendemos trazer para cá as novas tecnologias desenvolvidas em nossas fábricas localizadas nos Estados Unidos e na Europa”, antecipou o executivo.
Além da nova fábrica de Arujá, a Parker também produz filtros em sua unidade de São José dos Campos (SP). Inaugurada em 2006, a fábrica da Parker em São José dos Campos é considerada uma das mais modernas do Grupo Parker em todo o mundo, e de um universo de 320 fábricas foi a segunda a conseguir a Certificação LEAN, sendo considerada modelo de gestão e benchmark para as demais divisões ao redor do mundo.

A Parker Hannifin, empresa de soluções para diversas áreas da engenharia, inaugurou, no último dia 12 de março, sua oitava fábrica no país. A nova unidade de Arujá (SP) é dedicada à fabricação de filtros e acessórios hidráulicos para a indústria de transformação, equipamentos para construção civil, equipamentos agrícolas e rodoviários.


O evento de inauguração teve a presença do presidente mundial do Grupo de Filtração, Peter Popoff, do novo presidente do Grupo Latino-Americano da Parker, Candido Lima, e do gerente geral da Divisão Filtração, Sérgio Monteiro, entre outros executivos da companhia, bem como distribuidores dos produtos e representantes da imprensa.


Com 4.000 m2, as instalações de Arujá dão origem à Unidade de Negócios Filtração Hidráulica da Parker. Foram transferidas para a nova fábrica as linhas de produção de filtros hidráulicos que a empresa mantinha em São José dos Campos e na antiga fábrica da HDA Acessórios e Equipamentos, localizada no bairro do Ipiranga, em São Paulo, adquirida em 2011. Em consequência da fusão, a Parker se tornou a maior fabricante de filtros hidráulicos da America Latina. A empresa destina seus produtos ao fornecimento a fabricantes OEM e também ao mercado de reposição, por meio de distribuidores autorizados em todo o Brasil.


Em seu pronunciamento, Sérgio Monteiro destacou os planos da companhia para o futuro próximo, que incluem triplicar a produção nos próximos meses. A produção anual de filtros hidráulicos, que era de 10 mil peças por ano em 2011, deve chegar próximo a 30 mil itens em 2013, sendo que a capacidade instalada da nova fábrica é de 40 mil peças. “O fato de sermos o único fabricante internacional de filtros hidráulicos no país nos traz a possibilidade de iniciar diversos desenvolvimentos, uma vez que temos acesso irrestrito às novas tecnologias de filtração desenvolvidas no exterior”, explicou. “Podemos oferecer qualquer solução que nossos clientes precisem nos campos da filtração, condicionamento e monitoramento de fluidos hidráulicos”. Monteiro lembrou também que a Parker mantinha uma linha de produtos caracterizada pelos altos volumes, enquanto a HDA sempre teve um portfólio altamente diversificado. “Unificamos as melhores características de ambas as marcas em benefício do mercado brasileiro e de nossos clientes”, anunciou o gerente geral da Divisão Filtração.


Por sua vez, o presidente mundial do Grupo de Filtração Peter Popoff declarou que a nova operação dá à Parker a oportunidade de abrir uma nova plataforma estratégica de produção no Brasil. “Já temos uma plataforma completa de filtração em São José dos Campos, dedicada a filtros para motores, equipamentos e filtros automotivos; agora esta nova fábrica permitirá acelerar nossas operações nas áreas da filtração hidráulica e lubrificação”, informa. “Este é um mercado muito relevante, afinal, estamos falando da tecnologia que representa a ‘casa de força’ do mundo industrial”, justifica. “Acreditamos que esta unidade irá crescer rapidamente, a ponto de dar origem a uma segunda Divisão de Filtração da Parker no Brasil; temos ótimas oportunidades de expansão porque pretendemos trazer para cá as novas tecnologias desenvolvidas em nossas fábricas localizadas nos Estados Unidos e na Europa”, antecipou o executivo.


Além da nova fábrica de Arujá, a Parker também produz filtros em sua unidade de São José dos Campos (SP). Inaugurada em 2006, a fábrica da Parker em São José dos Campos é considerada uma das mais modernas do Grupo Parker em todo o mundo, e de um universo de 320 fábricas foi a segunda a conseguir a Certificação LEAN, sendo considerada modelo de gestão e benchmark para as demais divisões ao redor do mundo.

 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar