acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

País terá mais energia de termelétricas

04/06/2010 | 13h03

A partir desta sexta-feira, o sistema elétrico brasileiro voltará a gerar mais energia de termelétricas - mais poluente e com custo mais alto, que é repassado para as contas de luz dos consumidores. O presidente do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp, disse ao GLOBO que a geração térmica vai ser quase triplicada, dos atuais 700 megawatts (MW) médios para 2 mil MW a partir de amanhã, como mostra matéria de Ramona Ordoñez, publicada na edição desta sexta-feira, no GLOBO.

 

Atualmente, o país consome em torno de 55 mil MW médios. A necessidade é avaliada diariamente pelo ONS, órgão controlado por empresas estatais e privadas que coordena a geração de energia do país. O uso das térmicas estava concentrado no Nordeste, mas agora servirá também para as Regiões Sudeste e Sul do país.

O executivo explicou que o aumento da geração de energia térmica é necessário para preservar o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas até novembro, quando termina o chamado período seco. Nos meses de seca, as chuvas são menos intensas nas nascentes dos rios e, com isso, o volume de água é menor, obrigando ao maior uso de água armazenada para girar as turbinas das usinas. No país, há térmicas movidas a gás, a carvão e a óleo combustível.

 

- Agora a geração térmica é necessária por segurança energética - explicou



Fonte: O Globo
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar