acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Refinaria

País deixa de ganhar US$ 120 milhões por mês enquanto não tem a UPB

20/03/2006 | 00h00

Com o atraso sobre a decisão da microlocalização da refinaria petroquímica que será construída no estado do Rio de Janeiro, o país deixa de ganhar US$ 120 milhões por mês, segundo cálculos do secretário de energia, indústria naval e do petróleo Wagner Victer. 

Como base de cálculo, o secretário utiliza o petróleo pesado exportado a um valor entre US$ 15 e US$ 18 mais barato do que o Brent, que está cotado nesta segunda-feira (20/03) a US$ 61,2 o barril. Com a refinaria em funcionamento, petróleo estaria sendo processado no país, com agregação de valor. A previsão de início de operação da refinaria, no entanto, ainda é mantida para 2010.

Durante sua participação no II Seminário de Petróleo e Gás no Brasil, realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Rio, o secretário cobrou a decisão da Petrobras e admite como grande vitória decisão da empresa pelo estado do Rio, tanto em Itaguaí, quanto Itaboraí, Guriri ou qualquer outro município. Segundo o secretário, a informação de que Itaboraí já seria o local definitivo não foi confirmada pela empresa.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar