Petrobras- 213x420
acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Colômbia

Pacific Rubiales Energy anuncia êxito da exploração no Bloco La Creciente

01/03/2011 | 10h34
A Pacific Rubiales Energy anunciou ontem (28) resultados bem sucedidos da exploração do poço Apamate-1X, no Bloco La Creciente, Bacia Magdalena Inferior, Colômbia. 
 

Ronald Pantin, CEO da empresa, comentou: "Os resultados positivos deste poço não somente somarão para nossa base de reserva de gás natural, como também reforçarão o potencial do bloco La Creciente, abrindo a janela para a continuidade da exploração na área". 
 

O poço Apamate-1X foi perfurado no prospecto LCA-Sul, localizado ao sul dos campos de gás de La Creciente "A" e La Creciente "D". O poço tencionou encontrar gás na Formação Cienaga de Oro e foi escavado em 1 de dezembro de 2010, alcançando profundidade total (TD, sigla em inglês) de 12.012 pés de profundidade medida (MD, sigla em inglês), na camada pré-oligocena, em 3 de fevereiro de 2011.
 

O poço encontrou o que inicialmente foi correlacionado como a Cienaga de Oro, a 11.135 pés MD (10.611 pés TVDSS), com uma abertura de 8½", que apresentou uma camada de arenito de 53 pés de espessura bruta com alguma intercalação de siltitos, que arremessou gás durante os preparativos para a elaboração de seu perfil (log), o que requereu queima de gás. O log da abertura não pode ser realizado devido a sua instabilidade e à alta pressão das unidades basais afetadas. 
 

O intervalo prospectivo é definido pelo que agora é interpretado como uma sequência de depósitos de areias gasíferas, situadas na base da Formação Porquero Inferior. A avaliação petrofísica baseada nos logs da abertura revestida, LWD, amostras de canal e dados de lodo, demonstram porosidade média e saturação de água de 17% e 23% respectivamente, num intervalo de espessura bruta de 53 pés com uma taxa líquido-bruta em torno de 70%.
 

Durante o teste inicial o poço atingiu uma produção excedente de gás de 24 milhões de pés cúbicos de gás/dia (MMscfd), com uma pressão fluente na boca do poço de 3730 PSI restringida pela capacidade de fluxo das instalações de teste.
 

Os resultados são muito parecidos com o comportamento das reservas La Creciente A e D e indicam que o tamanho da reserva é muito promissor. Os preparativos para executar o teste ampliado do poço estão em curso. Ao mesmo tempo, a empresa está tomando todas as providências para iniciar as instalações da produção e a linha de conexão com a instalação central em La Creciente.
 

Estas descobertas no poço também confirmam a natureza estratigráfica do prospecto, e mapas pós-perfuração associados com os arenitos de gás da inversão sísmica demonstram uma área que vai de um mínimo 1.124 a um máximo de 5.266 acres e um contato gás-água ainda por ser estabelecido. Durante 2011, a empresa planeja perfurar dois poços de avaliação 500 pés abaixo do poço Apamate-1, onde a inversão sísmica apresentou as mais fortes anomalias. 
 
 
A empresa também já iniciou as atividades para expandir as instalações em La Creciente para processar até 150 milhões de pés cúbicos de gás/dia em três módulos de 50 milhões de pés cúbicos de gás/dia cada, com um investimento total para a expansão destas instalações de US$42 milhões. A empresa também está bem adiantada no projeto de exportação de gás para o Caribe, onde um mercado potencial de 330 a 380 milhões de pés cúbicos de gás/dia foi identificado. Para tanto, duas tecnologias diferentes de transporte estão sendo analisadas. LNG de pequena escala e gás natural comprimido (CNG).


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar