acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

PAC 2 conclui R$ 253,3 bilhões em ações de energia

12/12/2014 | 09h45
PAC 2 conclui R$ 253,3 bilhões em ações de energia
Divulgação Itaipu Binacional Divulgação Itaipu Binacional

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 concluiu R$ 253,3 bilhões de ações em geração de energia elétrica e petróleo e gás natural, aponta o último balanço do programa deste ano, apresentado nesta quinta-feira no Palácio do Itamaraty. Por meio das ações do programa, foram adicionados ao parque gerador brasileiro 15.908 MW. A cerimonia contou com a participação do Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e dos Secretários do MME.
 
Entre as usinas viabilizadas pelo PAC 2 que entraram em operação, o balanço destaca as hidrelétricas de Santo Antônio (3.150 MW) e Jirau (3.750 MW), em Rondônia. As duas já contam com 51 unidades geradoras, totalizando 3.636 MW de capacidade instalada. Também entraram em operação 108 usinas eólicas, com capacidade instalada de 2.849 MW. O balanço também destaca o início de operação do Complexo Eólico Verace, no Rio Grande do Sul (132 MW).
 
No PAC 2, estão em construção oito hidrelétricas (que representarão 18.839 MW), três termelétricas (1.992 MW), 89 usinas eólicas (2.324 MW) e quatro pequenas centrais hidrelétricas (84 MW), que aumentarão em 23.239 MW a capacidade de geração de energia do País. A Usina de Belo Monte, que terá 11.233 MW de capacidade instalada, já está com 62% de execução e a Usina de Teles Pires, no Mato Grosso, está com 97 % de obras executadas.
 
As 53 linhas de transmissão concluídas pelo programa totalizam 19.862 km de extensão, com 15 subestações. No PAC 2, 14 leilões viabilizaram a concessão de 26.159 km de novas linhas de transmissão, com investimento previsto de R$ 36,3 bilhões.
 
Petróleo e gás
 
O balanço do PAC 2 também destaca que foram concluídos 28 empreendimentos em exploração e produção de petróleo, 21 em refino e petroquímica, 11 em fertilizantes e gás natural e três em combustíveis renováveis. Foi contratado o financiamento de 426 embarcações e 13 estaleiros. Na área de Refino e Petroquímica, destaca-se a entrada em operação em novembro da Refinaria Abreu e Lima em Pernambuco, com capacidade para processar 230 mil barris de petróleo por dia.
 
O Complexo Petroquímico do Rio Janeiro já atingiu 82% de obras executadas. Foram concluídas ainda as obras de modernização e melhoria da qualidade das refinarias existentes, com investimentos de mais de R$ 22 bilhões nos quatro anos. O Pré-Sal está batendo recordes sucessivos de produção. Em outubro deste ano, a produção alcançou 640 mil barris em um único dia, equivalente a 28% da produção nacional.
 
O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) atingirá até 31 de dezembro de 2014 a execução de R$ R$ 1,066 trilhão, o que representa 96,5 % do previsto para o período 2011-2014, R$ 1,104 trilhão. As ações concluídas atingiram R$ 796,4 bilhões nos seis eixos do PAC 2, 99,7 % do valor global previsto concluir até 2014.



Fonte: MME
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar