acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Roncador

P-52 deve entrar em operação em alguns dias

26/10/2007 | 00h00
O gerente executivo de Exploração e Produção da Petrobras, Francisco Nepomuceno, disse hoje que a plataforma P-52 já está em sua locação no campo de Roncador, na Bacia de Campos. A instalação será uma questão de dias, disse em entrevista após a apresentação sobre os projetos do Cenpes ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Com capacidade para produzir 180 mil barris de petróleo por dia, a unidade recebeu investimentos de US$ 1 bilhão e foi construída pelo estaleiro Keppel Fels, parte em Cingapura e parte em seu braço brasileiro, em Angra dos Reis. A unidade deveria começar a operar no primeiro semestre, mas teve atrasos "técnicos". "Este tipo de atraso é comum, diante do elevado nível de tecnologia envolvida. É como comprar um apartamento e na última hora ver que tem detalhes que precisam ser ajustados", disse Nepomuceno.

Segundo ele, a previsão da Petrobras é de que a unidade atinja seu pico de produção em meados de 2008. Até o fim deste ano, a P-52 deverá chegar a algo entre 40 mil e 50 mil barris por dia. A plataforma vai substituir a FPSO Brasil, que está instalada no campo de Roncador desde que a P-36 afundou.

O executivo disse também que juntamente com a P-52, a P-54, que se encontra em fase de testes na Baía de Guanabara, e o FPSO Cidade de Vitória, entram em produção em meados de novembro. Segundo ele, com estas três plataformas a Petrobras pretende atingir ainda em 2007 o pico de produção de 2 milhões de barris por dia. "Estamos nos esforçando para isso", disse, acrescentando que a média de produção este ano deverá ser de 1,84 milhão de barris por dia.





Fonte: Agência Estado
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar