acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

OSX mira plano de negócios da Petrobras

01/08/2011 | 10h05
Com cerca de US$ 15 bilhões em encomendas até 2015, a OSX está mirando no plano de negócios da Petrobras para aumentar ainda mais esta carteira. “Seria insano instalar um estaleiro no Brasil do porte do nosso e não olhar para o plano da Petrobras”, disse o diretor financeiro da empresa, Roberto Monteiro, confirmando que a empresa está “debruçada” sobre o plano tentando vislumbrar as principais oportunidades.

A primeira delas deve vir com a entrega das propostas para a construção de 21 sondas em setembro. As unidades serão contratadas pela Sete Brasil - empresa formada por um pool de fundos de investimentos com participação da estatal - e deverão ser entregues entre 2015 e 2017. “Estamos estudando as parcerias, mas certamente estamos na disputa”, disse o diretor de engenharia da OSX, Eduardo Musa. Para ele não há conflito entre o cronograma destas obras e o da construção do estaleiro, que podem ocorrer simultaneamente.
 
Essa metodologia, adotada pelo Estaleiro Atlântico Sul, em Pernambuco, já causou atrasos na construção de navios para a Petrobras. Os executivos da OSX não quiseram comentar os problemas, mas ressaltaram que terão suporte da Hyundai nas obras.

Os diretores estimam uma elevação dos custos de equipamentos nos próximos anos por conta do aumento da demanda, impulsionado pelo pré-sal. Hoje, destacou, o custo Brasil já representa cerca de 30% no valor de uma plataforma por conta da exigência do conteúdo nacional, impedindo a competitividade do estaleiro no mercado internacional.


Fonte: Jornal do Commercio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar