acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Operações de crédito da Finep cresceram 138% em 2013

10/01/2014 | 11h49

 

A assertividade da presidente Dilma Rousseff ao lançar o Plano Inova Empresa, que injetou no sistema de ciência, tecnologia e inovação R$ 32,9 bilhões para apoio a novos projetos no biênio 2013/2014, já pode ser medida em números. No que se refere a operações de crédito com empresas, o balanço da Finep em 2013 aponta para um crescimento de 138% no total de contratações, passando de R$ 2,63 bilhões em 2012 para R$ 6,27 bilhões no ano passado. Os recursos vão beneficiar 112 projetos de pesquisa, tecnologia e inovação. O resultado supera a meta inicial de contratação da diretoria da financiadora, estimada em R$ 5,5 bilhões em crédito.
Dos R$ 6,27 bilhões, R$ 5,54 bilhões foram contratados diretamente pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e R$ 730 milhões foram repassados aos 13 agentes financeiros do Inovacred, que já começaram a contratar empresas de pequeno e médio porte em todas as regiões brasileiras. Segundo o diretor Financeiro e de Controladoria da Finep, Claudio Guimarães Junior, uma das vantagens do Inovacred, que começou a ser operado em abril do ano passado, é a garantia de uma maior capilaridade na distribuição dos recursos públicos para inovação. As liberações na área de crédito também cresceram 43,2%: foram R$ 2,52 bilhões em 2013 contra R$ 1,76 bilhão no ano anterior.
Finep 30 dias
O ano de 2013 foi marcado pelo lançamento, durante o 5º Congresso Brasileiro da Inovação da Indústria (da CNI), de uma nova metodologia, que revolucionou a análise de crédito – o Finep 30 dias. Este sistema com padrão internacional simplificou os processos e aumentou a transparência, rapidez e a qualidade dos pareceres concedidos pelos analistas da financiadora. Os números impressionam: de 112 dias, o tempo médio de resposta sobre pedidos de financiamento recebidos passou para 30 dias. Convém lembrar que há dois anos, quando o presidente Glauco Arbix chegou à Finep, este número estava em 458 dias.
"É possível uma empresa pública ser ágil e eficiente sem abrir mão de qualidade e segurança nas suas análises", destaca Claudio. O Finep 30 dias é baseado em um rating (novo indicador de sensibilidade acerca da trajetória de investimento em inovação da empresa), modelo dinâmico e com evolução constante. Ele será comparado à média do setor no qual a empresa está inserida, adotando-se como referência os dados publicados pela Pintec (Pesquisa Industrial de Inovação Tecnológica).
Até o momento, 1.501 empresas iniciaram cadastro na base do Finep 30 dias, das quais 471 concluíram o preenchimento e, portanto, já estão aptas a solicitar financiamento. Na avaliação do diretor, os resultados de contratações e de liberações no crédito sinalizam claramente que o setor empresarial brasileiro tem incorporado a inovação em suas estratégias de crescimento.
Família Inova
Claudio Guimarães comemora ainda o benefício da integração de instrumentos (crédito, convênios, subvenção e investimento via Fundos de Investimentos em Participações - FIPs), iniciativa que norteia todos os programas e editais ligados ao Inova Empresa (que envolve, numa ousada iniciativa política, 12 ministérios e instituições como Finep e BNDES). Chamados de Família Inova, foram lançados o Inova Petro, Inova Energia, Inova Agro, Inova Aerodefesa, Inova Telecom, Inova Sustentabilidade e Inova Saúde. Este último se destaca por integrar os instrumentos financeiros e ainda contar com a utilização do poder de compra do Estado por meio do SUS. Os primeiros editais do Inova Empresa registraram demanda qualificada de cerca de R$ 60 bilhões.
Ainda segundo o diretor, no decorrer de 2013, a financiadora também marcou presença, na maioria das vezes com a participação do próprio presidente Glauco Arbix, nos principais fóruns de inovação, como o de Mobilização Empresarial pela Inovação, coordenado pela CNI. "Internamente, as melhorias incluíram, ainda, modernização no sistema de informação, criação da área de controladoria e da figura do gerente de conta", diz Guimarães.

A assertividade da presidente Dilma Rousseff ao lançar o Plano Inova Empresa, que injetou no sistema de ciência, tecnologia e inovação R$ 32,9 bilhões para apoio a novos projetos no biênio 2013/2014, já pode ser medida em números. No que se refere a operações de crédito com empresas, o balanço da Finep em 2013 aponta para um crescimento de 138% no total de contratações, passando de R$ 2,63 bilhões em 2012 para R$ 6,27 bilhões no ano passado. Os recursos vão beneficiar 112 projetos de pesquisa, tecnologia e inovação. O resultado supera a meta inicial de contratação da diretoria da financiadora, estimada em R$ 5,5 bilhões em crédito.

Dos R$ 6,27 bilhões, R$ 5,54 bilhões foram contratados diretamente pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e R$ 730 milhões foram repassados aos 13 agentes financeiros do Inovacred, que já começaram a contratar empresas de pequeno e médio porte em todas as regiões brasileiras. Segundo o diretor Financeiro e de Controladoria da Finep, Claudio Guimarães Junior, uma das vantagens do Inovacred, que começou a ser operado em abril do ano passado, é a garantia de uma maior capilaridade na distribuição dos recursos públicos para inovação. As liberações na área de crédito também cresceram 43,2%: foram R$ 2,52 bilhões em 2013 contra R$ 1,76 bilhão no ano anterior.


Finep 30 dias

O ano de 2013 foi marcado pelo lançamento, durante o 5º Congresso Brasileiro da Inovação da Indústria (da CNI), de uma nova metodologia, que revolucionou a análise de crédito – o Finep 30 dias. Este sistema com padrão internacional simplificou os processos e aumentou a transparência, rapidez e a qualidade dos pareceres concedidos pelos analistas da financiadora. Os números impressionam: de 112 dias, o tempo médio de resposta sobre pedidos de financiamento recebidos passou para 30 dias. Convém lembrar que há dois anos, quando o presidente Glauco Arbix chegou à Finep, este número estava em 458 dias.

"É possível uma empresa pública ser ágil e eficiente sem abrir mão de qualidade e segurança nas suas análises", destaca Claudio. O Finep 30 dias é baseado em um rating (novo indicador de sensibilidade acerca da trajetória de investimento em inovação da empresa), modelo dinâmico e com evolução constante. Ele será comparado à média do setor no qual a empresa está inserida, adotando-se como referência os dados publicados pela Pintec (Pesquisa Industrial de Inovação Tecnológica).

Até o momento, 1.501 empresas iniciaram cadastro na base do Finep 30 dias, das quais 471 concluíram o preenchimento e, portanto, já estão aptas a solicitar financiamento. Na avaliação do diretor, os resultados de contratações e de liberações no crédito sinalizam claramente que o setor empresarial brasileiro tem incorporado a inovação em suas estratégias de crescimento.


Família Inova

Claudio Guimarães comemora ainda o benefício da integração de instrumentos (crédito, convênios, subvenção e investimento via Fundos de Investimentos em Participações - FIPs), iniciativa que norteia todos os programas e editais ligados ao Inova Empresa (que envolve, numa ousada iniciativa política, 12 ministérios e instituições como Finep e BNDES). Chamados de Família Inova, foram lançados o Inova Petro, Inova Energia, Inova Agro, Inova Aerodefesa, Inova Telecom, Inova Sustentabilidade e Inova Saúde. Este último se destaca por integrar os instrumentos financeiros e ainda contar com a utilização do poder de compra do Estado por meio do SUS. Os primeiros editais do Inova Empresa registraram demanda qualificada de cerca de R$ 60 bilhões.

Ainda segundo o diretor, no decorrer de 2013, a financiadora também marcou presença, na maioria das vezes com a participação do próprio presidente Glauco Arbix, nos principais fóruns de inovação, como o de Mobilização Empresarial pela Inovação, coordenado pela CNI. "Internamente, as melhorias incluíram, ainda, modernização no sistema de informação, criação da área de controladoria e da figura do gerente de conta", diz Guimarães.



Fonte: Ascom Finep
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar