acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Mercado

Opep não vê necessidade de aumentar a produção de petróleo

09/04/2012 | 11h54
O presidente da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Abdul Kareem Luaiby, que também é ministro do Petróleo do Iraque, afirmou que o grupo está produzindo petróleo suficiente e que problemas políticos são os culpados pelos atuais altos preços da commodity.

"A Opep tem feito tudo que pode para produzir uma quantidade de petróleo que seja equilibrada com a demanda, mas os problemas políticos estão guiando os preços", disse Luaiby. "Os preços estão sendo mais afetados pela instabilidade política do que por questões de produção", acrescentou, destacando que a Opep está tentando alcançar um equilíbrio nos preços internacionais da matéria-prima.

Nesta segunda-feira (9), o petróleo opera em baixa pela terceira vez em quatro dias, depois de o Irã concordar em retomar as negociações sobre seu controverso programa nuclear, o que reduziu as preocupações com uma deficiência na oferta.

Luaiby afirmou esperar que as exportações de petróleo do Iraque em abril atinjam 2,3 milhões de barris por dia, ou levemente mais. Em março as exportações iraquianas somaram 2,317 milhões de barris por dia - o nível mais alto desde a invasão do país liderada pelos EUA, em 2003 - graças à abertura de um novo terminal flutuante no Golfo Pérsico.

Segundo o ministro, o Iraque também está estudando se permite que a norte-americana ExxonMobil participe de um leilão para licença de petróleo e gás marcado para o fim de maio em razão da controvérsia sobre um acordo fechado pela companhia com a região semiautônoma do Curdistão, no norte do país. O governo vê os contratos assinados pelo Governo Regional do Curdistão com empresas internacionais como ilegais.


Fonte: Agência Estado
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar