acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

ONU discute riscos de radiação nuclear depois de acidentes no Japão

23/05/2011 | 14h12
Os efeitos da radiação nuclear dominam as discussões da reunião do Comitê Científico da Organização das Nações Unidas (ONU), que começa hoje (23) em Viena, na Áustria, e acaba sexta-feira (27). O Brasil é representado pelo físico Marcos Nogueira Martins, diretor da Comissão Nacional de Energia Nuclear do Ministério da Ciência e Tecnologia. As informações são da Rádio França Internacional (RFI).


As discussões ocorrem dois meses e meio depois dos vazamentos e explosões ocorridos na Usina de Fukushima Daiichi, no Nordeste do Japão. Durante a 58ª seção do grupo de peritos serão discutidos, por exemplo, meios para determinar quais são os riscos concretos da exposição à radioatividade em baixa quantidade e a longo prazo.


No caso de Fukushima, as autoridades japonesas decidiram esvaziar as cidades no raio de 20 quilômetros ao redor da usina. Os moradores foram retirados das casas e transferidos provisoriamente para abrigos, enquanto animais e plantas da região não entram na lista das mercadorias negociadas e consumidas no país.


Os técnicos japoneses identificaram radiação, em elevado grau, na água, no ar e também na terra, na região de Fukushima. Os acidentes nucleares foram provocados pelo terremoto seguido por tsunami, em 11 de março deste ano. Os tremores de terra atingiram 9 graus na escala Richter e de acordo com as autoridades do Japão, foram os mais graves da história recente do país.


Fonte: Redação/ Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar