acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Brasil Ecodiesel

Óleo de mamona é líder em balanço energético

02/05/2007 | 00h00

Estudo do grupo inglês EcoSecurities, especializado no comércio de crédito de carbono, constatou que o biodiesel com base em óleo de mamona a ser fabricado pela Brasil Ecodiesel na unidade de Iraquara, na Bahia, apresenta balanço energético superior ao de qualquer outro biocombustível produzido no mundo. De acordo com o levantamento, para cada unidade de combustível fóssil consumida no processo de produção, será possível gerar 10,5 unidades de combustível renovável.

O comunicado foi feito em Nova York durante o Fórum de Desenvolvimento Sustentável 2007, evento promovido pela Associação das Nações Unidas-Brasil e que contou com a participação dos ex-presidentes dos Estados Unidos Bill Clinton e George Bush.

"O estudo mostra que o biodiesel brasileiro possui o maior potencial de substituição das fontes fósseis de energia do mundo. A Brasil Ecodiesel tem orgulho não só por assumir uma postura pioneira uma vez mais na história do biodiesel, mas, principalmente, por contribuir de forma efetiva e responsável para a preservação do meio ambiente", afirmou Nelson Côrtes da Silveira, presidente da Brasil Ecodiesel.

A sustentabilidade de diferentes biocombustíveis só pode ser avaliada a partir da comparação de seus balanços energéticos, ou seja, a relação entre a energia renovável gerada e os materiais fósseis utilizados no processo de produção. Até o momento, o etanol produzido a partir da cana-de-açúcar brasileira era o biocombustível que apresentava o balanço energético de maior valor (8,3). Com a mamona, este índice atingiu 10,5.

Segundo a companhia, o balanço energético será ainda mais positivo quando se utilizar o pinhão manso como matéria-prima e caso o metanol usado atualmente no processo seja substituído pelo etanol. Desta forma, o índice poderá atingir a marca de um para 40.

pioneira. Fundada em 2003, a Brasil Ecodiesel tornou-se a maior empresa produtora de biodiesel do País. Pioneira na produção de biodiesel em escala comercial, a Brasil Ecodiesel arrematou 496 mil metros cúbicos de biodiesel nos cinco leilões promovidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o equivalente a 56% do volume total arrematado.

Para cumprir os contratos assinados com a Petrobras, a companhia está investindo na construção de quatro novas usinas, além das três já em funcionamento.

A Brasil Ecodiesel conta atualmente com três unidades de produção em funcionamento: Floriano (Piauí), com capacidade de 44,5 mil metros cúbicos por ano; Crateús (Ceará), e Iraquara (Bahia), as duas últimas com capacidade de 118,8 mil metros cúbicos, estando entre as maiores usinas de biodiesel do país.

No início deste ano, a Brasil Ecodiesel concluirá a implantação de unidades em Porto Nacional (Tocantins), Rosário do Sul (Rio Grande do Sul) e Porto de Itaqui (Maranhão). Até novembro de 2007, a companhia concluirá planta em Dourados (Mato Grosso do Sul), com capacidade de 118,8 mil metros cúbicos de biodiesel. Com isso, ampliará a capacidade de produção para 757 mil metros cúbicos de biodiesel por ano.



Fonte: Jornal do Commercio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar