acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Pipeline 2007

Oil States apresenta novo sistema de reparos de dutos para águas profundas

03/10/2007 | 00h00
A Oil States Industries, subsidiária da Oil States International, companhia com sede em Houston, Texas (EUA) e que é fornecedora mundial de produtos e serviços para o setor de óleo e gás, está aproveitando a Rio Pipeline 2007 para lançar um novo sistema de reparos de dutos em águas profundas, o Dual Grip and Seal-style Deepwater Pipeline Repair System (DPRS).

O DPRS é um sistema horizontal para reparos de dutos submarinos que utiliza tecnologias seal e extending grip para vedar o duto original e substituir trechos danificados com novas partes.

“Após os resultados da temporada de furacões no Atlântico Norte, em 2005 (quando a região do Golfo sofreu um número recorde de ocorrências: foram nada menos que 14 furacões em um ano) e o downtime (tempo que um equipamento ou sistema encontra-se fora de operação por mau funcionamento, para manutenção ou reparo), para concertar os estragos nos dutos, muitos dos nossos clientes ficaram interessados em ter um sistema de reparo de dutos mais rápido e eficiente em mãos”, comenta o vice-presidente de operações da Oil States, Gilbert Nance.

“Este novo sistema é uma alternativa segura, compacta e barata para produtores de óleo e gás minimizarem os impactos dos danos nos dutos”, ressalta o executivo.

Já utilizado por seis operadoras nos EUA, dentre elas BP e Shell, o sistema foi projetado para atender a dutos de tamanhos e pressões variadas com modificações mínimas. “O sistema DPRS permite que os trechos dos dutos danificados sejam selados, cortados, retirados e substituídos horizontalmente, sobre a tubulação original. As novas partes são facilmente acopladas e seladas com o novo sistema”, explica o engenheiro da Oil States, Bo Povloski.

“As operações e testes submarinos são feitos através de ROVs (Remotely Operated Vehicle, Veículos de Operação Remota), o que oferece não apenas segurança para seus operadores, eliminando o risco para mergulhadores, mas também uma alternativa de custo relativamente baixo”, explica Bo.

O DPRS da Oil States será apresentado nesta terça-feira (3), às 16h, em uma sessão pôster na Rio Pipeline 2007. Uma apresentação do sistema também está à disposição dos interessados no estande da companhia.

Fonte: Da redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar