acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

OGX recebe Licença Prévia para Teste de Longa Duração e Waimea na Bacia de Campos

08/09/2011 | 11h05
OGX recebe Licença Prévia para Teste de Longa Duração e Waimea na Bacia de Campos
OGX recebe Licença Prévia para Teste de Longa Duração e ... OGX recebe Licença Prévia para Teste de Longa Duração e ...
A OGX, empresa brasileira de óleo e gás natural responsável pela maior campanha exploratória privada no Brasil, recebeu do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) Licença Prévia (LP) relativa à atividade do Teste de Longa Duração (TLD) e Desenvolvimento da Produção de Waimea, no bloco BM-C-41, na bacia de Campos. A OGX detém 100% de participação nesse bloco.

“A obtenção dessa LP representa mais um passo dado pela OGX em direção à produção de seu primeiro óleo na bacia de Campos e, nos próximos dias, com a obtenção da Licença de Instalação, iniciaremos o processo de ancoragem e instalação dos equipamentos que serão utilizados nesse TLD de Waimea”, comentou Paulo Mendonça, Diretor Geral e de Exploração da OGX.

A acumulação de Waimea, que está em águas rasas da bacia de Campos e foi descoberta pelo poço pioneiro OGX-3 em 18 de dezembro de 2009, tem seu TLD previsto para iniciar no prazo excepcional de cerca de dois anos da descoberta, através do poço horizontal OGX-26HP, que já se encontra pronto para esse teste.
 
Segundo informações no Estudo de Impacto Ambiental (EIA) realizado pelo órgão, o volume recuperável estimado para a descoberta Waimea é de aproximadamente 14 milhões de metros cúbicos de óleo. O pico de produção será de cerca de 40 mil barris de óleo por dia e está previsto para ocorrer em 2012.

O FPSO OSX-1, unidade flutuante de produção que será utilizada no prospecto de Waimea, tem capacidade de processo em torno de 40 mil barris/dia e armazenamento de 950 mil barris. A empresa agora terá de cumprir as condicionantes estipuladas na licença prévia para conseguir a licença de instalação, que autoriza o início das atividades no campo.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar