acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petróleo

OGX fura poço seco em Campos

01/02/2013 | 17h44

 

A petrolífera OGX perfurou um poço no prospecto de Cozumel, na bacia de Campos, mas não encontrou indícios de petróleo. Após a divulgação da informação pela própria empresa, as ações da OGX e da OSX desabaram na Bovespa.
O papel da petrolífera chegou a derreter mais de 10% e fechou em queda de 6,18%. O da empresa de construção naval do grupo EBX desabou 8,54%.
No sentido contrário ao das duas empresas, o Ibovespa (principal índice de ações da Bolsa brasileira) subiu 0,72%.
A OGX tinha expectativa de que houvesse 168 milhões de barris de óleo equivalente (BOE) no prospecto de Cozumel, segundo relatório do Citi Research de quinta-feira (31).
A descoberta em Cozumel, segundo o Citi, era necessária para viabilizar a construção da plataforma OSX 5 pela empresa de construção naval do empresário brasileiro.
Com o poço seco em Cozumel, a OGX remanejou sua sonda de perfuração para outro prospecto, o de Cancun, onde há a perspectiva de haver até 205 milhões de barris de óleo equivalente, disse o relatório do Citi.
Descoberta em Tulum
A companhia informou também que encontrou indícios de hidrocarbonetos no prospecto de Tulum, também na bacia de Campos.
A estimativa da OGX é de até 196 milhões de barris de óleo equivalente no poço.

A petrolífera OGX perfurou um poço no prospecto de Cozumel, na bacia de Campos, mas não encontrou indícios de petróleo. Após a divulgação da informação pela própria empresa, as ações da OGX e da OSX desabaram na Bovespa.


O papel da petrolífera chegou a derreter mais de 10% e fechou em queda de 6,18%. O da empresa de construção naval do grupo EBX desabou 8,54%.


No sentido contrário ao das duas empresas, o Ibovespa (principal índice de ações da Bolsa brasileira) subiu 0,72%.


A OGX tinha expectativa de que houvesse 168 milhões de barris de óleo equivalente (BOE) no prospecto de Cozumel, segundo relatório do Citi Research de quinta-feira (31).


A descoberta em Cozumel, segundo o Citi, era necessária para viabilizar a construção da plataforma OSX 5 pela empresa de construção naval do empresário brasileiro.


Com o poço seco em Cozumel, a OGX remanejou sua sonda de perfuração para outro prospecto, o de Cancun, onde há a perspectiva de haver até 205 milhões de barris de óleo equivalente, disse o relatório do Citi.



Descoberta em Tulum


A companhia informou também que encontrou indícios de hidrocarbonetos no prospecto de Tulum, também na bacia de Campos.


A estimativa da OGX é de até 196 milhões de barris de óleo equivalente no poço.

 



Fonte: Folha de São Paulo
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar