acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Negócios

OGPar recebe oferta sobre ativos na Colômbia

28/04/2014 | 10h02

 

OGX vende poços de petróleo
A OGPar, antiga OGX, anunciou na noite da última sexta-feira (25), ter recebido e aceitado a oferta pelos blocos localizados nas bacias de Cesar Rancheria e Vale Inferior do Magdalena na Colômbia. Em comunicado, a companhia afirma que os termos e condições da oferta estão alinhados ao seu processo de reestruturação, visto que desonera a companhia dos custos exploratórios obrigatórios e possíveis contingências regulatórias, bem como proporciona a geração de caixa no curto prazo de maneira a ampliar sua liquidez financeira, além de implicar a redução do custo administrativo da OGPar na Colômbia. 
A oferta prevê o pagamento de US$ 30 milhões à OGPar pelos ativos, a liberação de obrigações regulatórias e US$ 14 milhões que estão dados em garantia a cartas de crédito requeridas pela Agencia Nacional de Hidrocarburos, órgão similar à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na Colômbia. Apesar de a proposta ser firme, a OGPar não dá certeza de que a transação será consumada.

A OGPar, antiga OGX, anunciou na noite da última sexta-feira (25), ter recebido e aceitado a oferta pelos blocos localizados nas bacias de Cesar Rancheria e Vale Inferior do Magdalena na Colômbia. Em comunicado, a companhia afirma que os termos e condições da oferta estão alinhados ao seu processo de reestruturação, visto que desonera a companhia dos custos exploratórios obrigatórios e possíveis contingências regulatórias, bem como proporciona a geração de caixa no curto prazo de maneira a ampliar sua liquidez financeira, além de implicar a redução do custo administrativo da OGPar na Colômbia. 


A oferta prevê o pagamento de US$ 30 milhões à OGPar pelos ativos, a liberação de obrigações regulatórias e US$ 14 milhões que estão dados em garantia a cartas de crédito requeridas pela Agencia Nacional de Hidrocarburos, órgão similar à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na Colômbia. Apesar de a proposta ser firme, a OGPar não dá certeza de que a transação será consumada.



Fonte: Redação TN/ Ascom
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar