acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gás Natural

Oferta de gás nacional ao mercado aumentará 20% no segundo semestre

15/08/2014 | 16h08
Oferta de gás nacional ao mercado aumentará 20% no segundo semestre
Divulgação Petrobras. Divulgação Petrobras.

 

A divulgação dos resultados financeiros e operacionais da Petrobras do segundo trimestre de 2014, nesta semana, confirmou a tendência de crescimento da participação do gás natural nacional no mercado brasileiro. 
A oferta do insumo produzido no país atingiu a média de 41,2 milhões m³/dia nos primeiros seis meses do ano. 
Segundo o relatório, projeta-se um aumento do volume ofertado de 20% no segundo semestre de 2014, com a entrega devendo alcançar os 48 milhões m³/dia.
O aumento na capacidade da produção, que se reflete na maior oferta de gás nacional no país, garante mais segurança energética ao Brasil e ajuda a contrapor as necessidades de importação de gás da Bolívia e de gás natural liquefeito. 
O GNL chega ao país por meio dos terminais de regaseificação no Porto de Pecém, no Ceará; na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro; e na Baía de Todos os Santos; na Bahia.
Já na análise apenas do segundo trimestre de 2014, houve um aumento de 5% na demanda total por gás natural, totalizando uma média de 96,0 milhões m³/dia entre abril e junho. 
As usinas termelétricas foram os maiores demandantes do energético, com 41,9 milhões de m³/dia – um acréscimo de 11% de aumento em relação ao 1º trimestre deste ano.

A divulgação dos resultados financeiros e operacionais da Petrobras do segundo trimestre de 2014, nesta semana, confirmou a tendência de crescimento da participação do gás natural nacional no mercado brasileiro. 

A oferta do insumo produzido no país atingiu a média de 41,2 milhões m³/dia nos primeiros seis meses do ano. 

Segundo o relatório, projeta-se um aumento do volume ofertado de 20% no segundo semestre de 2014, com a entrega devendo alcançar os 48 milhões m³/dia.

O aumento na capacidade da produção, que se reflete na maior oferta de gás nacional no país, garante mais segurança energética ao Brasil e ajuda a contrapor as necessidades de importação de gás da Bolívia e de gás natural liquefeito.

O GNL chega ao país por meio dos terminais de regaseificação no Porto de Pecém, no Ceará; na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro; e na Baía de Todos os Santos; na Bahia.

Já na análise apenas do segundo trimestre de 2014, houve um aumento de 5% na demanda total por gás natural, totalizando uma média de 96,0 milhões m³/dia entre abril e junho.

As usinas termelétricas foram os maiores demandantes do energético, com 41,9 milhões de m³/dia – um acréscimo de 11% de aumento em relação ao 1º trimestre deste ano.

 



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar