acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Negócios

Odebrecht Ambiental adquire participações da Braskem em empresas

02/01/2013 | 09h36

 

Odebrecht Ambiental adquire participações da Braskem em empresas ambientais 
 
Empresa de soluções ambientais da Odebrecht passa a controlar a Cetrel e Unidade de Tratamento de Água (UTA), no Polo de Camaçari (BA)
 
A Odebrecht Ambiental, empresa de soluções ambientais da Odebrecht, concluiu a aquisição da Cetrel e da Unidade de Tratamento de Água (UTA), anteriormente controladas pela Braskem. A mudança de controle desses ativos potencializa as sinergias comerciais e tecnológicas com as operações da Foz e da área industrial da Odebrecht Ambiental. Além disso, está alinhada com a estratégia da Braskem de concentrar seus investimentos no setor petroquímico. 
 
Esta operação envolve a alienação das participações que a Braskem detinha nas duas empresas, sendo 54,2% do capital da Cetrel e 100% da UTA, pelo valor de R$ 652 milhões, a ser ajustado pelo saldo de caixa líquido de 28 de dezembro de 2012. A integração desses ativos à Odebrecht Ambiental, maior empresa privada brasileira nessa área de atuação, reforça seu compromisso com o setor industrial e consolida sua relação com a Braskem.
 
A Cetrel, que conta também com o governo da Bahia e outras empresas entre os seus acionistas, começou a operar em 1978, juntamente com as demais empresas do Polo Industrial de Camaçari (BA) oferecendo soluções nas áreas de tratamento de efluentes e resíduos, aproveitamento energético, inovação em materiais e monitoramento ambiental. A empresa atua desde a fase de produção até o pós-consumo, com o objetivo de maximizar os processos e oferecer soluções customizadas para a valorização e a transformação dos resíduos em matérias-primas para novos processos ou para retornarem à cadeia produtiva.
 
Já a Unidade de Tratamento de Água, localizada no Polo Industrial de Camaçari, é responsável pela produção de 30 milhões de m³/ano das águas desmineralizada, clarificada e potável. 
 
Especializada em soluções ambientais e presente em mais de 150 cidades por meio de sua subsidiária Foz, que detém ativos de saneamento básico (água e esgoto), a Odebrecht Ambiental também está à frente de operações industriais (utilities) e tratamento de resíduos de companhias como Vallourec e Sumitomo Tubos do Brasil (VSB), Klabin e Petrobras.
 
“Essa operação nos permite sinergias comerciais e tecnológicas com os diversos ativos ambientais hoje consolidados na Odebrecht Ambiental. Com a nossa expertise, visamos garantir o mesmo grau de confiabilidade que a Braskem sempre ofereceu aos seus clientes no fornecimento de utilidades e no tratamento de resíduos”, afirma Fernando Santos-Reis, presidente da Odebrecht Ambiental.
A Braskem passa a ser cliente da Odebrecht Ambiental, como já acontece na Aquapolo Ambiental,  localizado no ABC paulista e maior projeto de produção de água de reúso para fins industriais do Hemisfério Sul. Como os demais Clientes da empresa, a Braskem contará com garantia de fornecimento de águas industriais no longo prazo para manutenção dos seus crackers em operação.
 
“A Braskem tem um plano de investimentos alinhado com sua estratégia de crescimento e maior competitividade. A venda desses ativos, que estão fora do foco estratégico da empresa, reforça o seu compromisso com a higidez financeira e ajuda a viabilizar o programa de investimentos”, diz Rui Chammas, vice-presidente de Petroquímicos Básicos da Braskem. 
 
A Braskem é a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas. Com 36 plantas industriais distribuídas pelo Brasil, Estados Unidos e Alemanha, a empresa produz anualmente mais de 16 milhões de toneladas de resinas termoplásticas e outros produtos petroquímicos. Com a inauguração de sua fábrica de polietileno derivado de etanol de cana-de-açúcar, com capacidade anual de 200 mil toneladas, tornou-se a maior produtora de biopolímeros do mundo.
 
 
A Odebrecht Ambiental investe e opera projetos em três segmentos: Água e Esgoto, por meio de sua subsidiária Foz, em parcerias e concessões públicas de saneamento básico; Operações Industriais – terceirização de Centrais de Utilidades; e Resíduos – diagnóstico e remediação de áreas contaminadas, monitoramento de águas superficiais e subterrâneas e valorização energética dos resíduos sólidos urbanos.
A Odebrecht Ambiental está à frente da Aquapolo Ambiental, maior empresa de produção de água de reúso para fins industriais do Hemisfério Sul, localizado no ABC Paulista. Por meio da Foz beneficia mais de 8,3 milhões de pessoas no Brasil.
 

A Odebrecht Ambiental, empresa de soluções ambientais da Odebrecht, concluiu a aquisição da Cetrel e da Unidade de Tratamento de Água (UTA), anteriormente controladas pela Braskem. A mudança de controle desses ativos potencializa as sinergias comerciais e tecnológicas com as operações da Foz e da área industrial da Odebrecht Ambiental. Além disso, está alinhada com a estratégia da Braskem de concentrar seus investimentos no setor petroquímico. 


 
Esta operação envolve a alienação das participações que a Braskem detinha nas duas empresas, sendo 54,2% do capital da Cetrel e 100% da UTA, pelo valor de R$ 652 milhões, a ser ajustado pelo saldo de caixa líquido de 28 de dezembro de 2012. A integração desses ativos à Odebrecht Ambiental, maior empresa privada brasileira nessa área de atuação, reforça seu compromisso com o setor industrial e consolida sua relação com a Braskem.


 
A Cetrel, que conta também com o governo da Bahia e outras empresas entre os seus acionistas, começou a operar em 1978, juntamente com as demais empresas do Polo Industrial de Camaçari (BA) oferecendo soluções nas áreas de tratamento de efluentes e resíduos, aproveitamento energético, inovação em materiais e monitoramento ambiental. A empresa atua desde a fase de produção até o pós-consumo, com o objetivo de maximizar os processos e oferecer soluções customizadas para a valorização e a transformação dos resíduos em matérias-primas para novos processos ou para retornarem à cadeia produtiva.


 
Já a Unidade de Tratamento de Água, localizada no Polo Industrial de Camaçari, é responsável pela produção de 30 milhões de m³/ano das águas desmineralizada, clarificada e potável. 


 
Especializada em soluções ambientais e presente em mais de 150 cidades por meio de sua subsidiária Foz, que detém ativos de saneamento básico (água e esgoto), a Odebrecht Ambiental também está à frente de operações industriais (utilities) e tratamento de resíduos de companhias como Vallourec e Sumitomo Tubos do Brasil (VSB), Klabin e Petrobras.


 
“Essa operação nos permite sinergias comerciais e tecnológicas com os diversos ativos ambientais hoje consolidados na Odebrecht Ambiental. Com a nossa expertise, visamos garantir o mesmo grau de confiabilidade que a Braskem sempre ofereceu aos seus clientes no fornecimento de utilidades e no tratamento de resíduos”, afirma Fernando Santos-Reis, presidente da Odebrecht Ambiental.



A Braskem passa a ser cliente da Odebrecht Ambiental, como já acontece na Aquapolo Ambiental,  localizado no ABC paulista e maior projeto de produção de água de reúso para fins industriais do Hemisfério Sul. Como os demais Clientes da empresa, a Braskem contará com garantia de fornecimento de águas industriais no longo prazo para manutenção dos seus crackers em operação.


 
“A Braskem tem um plano de investimentos alinhado com sua estratégia de crescimento e maior competitividade. A venda desses ativos, que estão fora do foco estratégico da empresa, reforça o seu compromisso com a higidez financeira e ajuda a viabilizar o programa de investimentos”, diz Rui Chammas, vice-presidente de Petroquímicos Básicos da Braskem. 


 
A Braskem é a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas. Com 36 plantas industriais distribuídas pelo Brasil, Estados Unidos e Alemanha, a empresa produz anualmente mais de 16 milhões de toneladas de resinas termoplásticas e outros produtos petroquímicos. Com a inauguração de sua fábrica de polietileno derivado de etanol de cana-de-açúcar, com capacidade anual de 200 mil toneladas, tornou-se a maior produtora de biopolímeros do mundo.


 
 
A Odebrecht Ambiental investe e opera projetos em três segmentos: Água e Esgoto, por meio de sua subsidiária Foz, em parcerias e concessões públicas de saneamento básico; Operações Industriais – terceirização de Centrais de Utilidades; e Resíduos - diagnóstico e remediação de áreas contaminadas, monitoramento de águas superficiais e subterrâneas e valorização energética dos resíduos sólidos urbanos.

 


A Odebrecht Ambiental está à frente da Aquapolo Ambiental, maior empresa de produção de água de reúso para fins industriais do Hemisfério Sul, localizado no ABC Paulista. Por meio da Foz beneficia mais de 8,3 milhões de pessoas no Brasil.

 

Fonte: Redação TN
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar