acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Obras na usina de Santo Antônio são retomadas

01/11/2011 | 09h47
O Consórcio Construtor Santo Antônio, liderado pela Odebrecht, informou que as obras da hidrelétrica de Santo Antônio (RO) foram retomadas nesta segunda-feira (31) e que as atividades no canteiro de obras "seguem normalmente".

Um tumulto na madrugada da última sexta-feira (28) obrigou o consórcio construtor a paralisar os trabalhos. Um ônibus chegou a ser queimado durante o protesto dos operários contra a redução da jornada de trabalho e o corte de horas extras. De acordo com o consórcio, as atividades foram suspensas para garantir a segurança dos demais trabalhadores.

Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil do Estado de Rondônia (Sticcero), Donizete de Oliveira, a empresa se comprometeu a cumprir todos os pontos apresentamos pelo sindicato em reunião no sábado.

"100% da pauta foi atendida pela empresa. A empresa se comprometeu a não reduzir o pagamento de hora extras e irá manter a jornada de 2 horas extras durante a semana e de oito horas nos sábados e domingos, quando trabalhador quiser", disse Oliveira.

O consórcio não divulgou comunicado em relação à pauta de reivindicações ou sobre a negociação.

Em março deste ano, as obras das hidrelétricas do Rio Madeira, Santo Antônio e Jirau, tiveram de ser paralisadas por conta de uma rebelião que eclodiu entre os trabalhadores de Jirau. Na época, o canteiro de Santo Antônio também parou por precaução, para evitar que o problema de Jirau se alastrasse.

A usina de Santo Antônio terá capacidade para gerar 3.150 megawatts (MW). A hidrelétrica é operada pela empresa Santo Antônio Energia, na qual a Cemig e Furnas, do grupo Eletrobras, têm participação, além de outras companhias.


Fonte: G1
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar