acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
EUA

O furacão Harvey é um desastre humanitário para região do Texas

30/08/2017 | 11h40
O furacão Harvey é um desastre humanitário para região do Texas
Divulgação Divulgação

A costa do Golfo do México é fundamental na produção de óleo e gás para EUA. Isso é uma má notícia para os consumidores americanos de combustíveis.

O furacão Harvey causou um enorme impacto humano na costa do Golfo, matando pelo menos 17 pessoas e forçando milhares de outras a procurar abrigo das chuvas sem precedentes, causando também um grande estrago na produção de combustíveis e a população em todo os EUA provavelmente sentirá os efeitos na bomba de gasolina nas próximas semanas.

Refinarias

Pelo menos 10 refinarias nas áreas de Houston e Corpus Christi foram fechadas nos últimos dias devido aos níveis da chuva e inundações do Harvey.

"Neste momento, estamos falando que cerca de 15% a 16% de toda a capacidade de refino foram interrompidas, disse Patrick DeHaan, analista sênior de petróleo da GasBuddy, empresa que monitora o preço da gasolina no país.

Gasolina

DeHaan estima que, nas próximas duas semanas, o preço da gasolina pode aumentar entre 20 e 35 centavos de dólar por galão (3,78 litros) na região da Costa do Golfo, entre 10 e 25 centavos por galão no Centro-Oeste e entre 5 e 15 centavos por galão nas Costas Leste e Oeste.

Não está claro quanto tempo levará para que as refinarias comecem a operar a plena carga novamente isso pode levar semanas de acordo com especialistas.

De acordo com a PIRA Energy, uma unidade de previsão e análise do provedor de dados da S&P Global Platts, os preços da gasolina normalmente retornam ao normal duas a quatro semanas após um pico levado por uma crise, como aconteceu depois do furacão Katrina em 2005.

O preço do petróleo americano está realmente em declínio

Mas enquanto os preços da gasolina estão aumentando, o preço do petróleo cru está em declínio - os futuros do petróleo bruto dos EUA, os produtos financeiros negociados publicamente que refletem os preços do petróleo por atacado, caiu mais de 3% na próxima segunda-feira (04/09).



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar