acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pessoas

Novozymes tem novo CEO

21/01/2013 | 17h32

 

Peder Holk Nielsen foi anunciado nesta segunda-feira (21), na abertura da Bolsa de Valores de Copenhague, como o novo CEO da Novozymes. Nielsen assume o cargo no dia 1º de abril. Até lá, o cargo continuará a ser ocupado por Steen Riisgaard.
Segundo Henrik Gürtler, presidente do Conselho de Administração da companhia, “Peder Holk Nielsen tem a habilidade de unir tendências de mercado à pesquisa”, o que ele considera a chave para que a empresa entregue ao mercado inovação como previsto em sua estratégia de crescimento.
“Ele era uma escolha clara primeiro em nosso processo de pesquisa internacional. Agradeço Steen Riisgaard por seus 12 anos de liderança de sucesso na construção da empresa, e tenho certeza de que Peder Holk Nielsen irá garantir a contínua expansão de nossa posição como líder mundial em bioinovação", disse Gürtler.
Peder Holk Nielsen, 56 anos, tem desempenhado um papel central no desenvolvimento da Novozymes na sua forma atual. Ele é atualmente vice-presidente executivo e diretor de Negócios enzimáticos, cargo que ocupa desde 2007. Antes disso ocupou cargos de gestão na Novozymes e Industri / Novo Nordisk através de desenvolvimento de negócios, pesquisa e desenvolvimento, gestão da qualidade, vendas e marketing. Ele também tem mestrado e doutorado em Engenharia Química pela Universidade Técnica da Dinamarca e é membro do Conselho de Administração da Hempel A/S e da LEO Pharma A/S.
"Estou ansioso para liderar a Novozymes líderes e nossos seis mil colegas fantásticos", disse o CEO eleito. "Com as nossas soluções sustentáveis e relações com os clientes, temos uma posição muito forte para a expansão do nosso negócio, e estou convencido de que vamos cumprir as nossas metas de crescimento a longo prazo nos próximos anos. Eu estou feliz que todos os vice-presidentes na gestão executiva atual continuarão na nova equipe de liderança".
Desde 2000, a empresa entregou as taxas médias anuais de crescimento de 7-8% e aumentou os retornos do capital investido de 10% a 20%. Hoje a companhia detém 47% do mercado mundial de enzimas industriais e lidera a crescente utilização de microrganismos e produtos de biotecnologia industrial através de uma série de indústrias.

Peder Holk Nielsen foi anunciado nesta segunda-feira (21), na abertura da Bolsa de Valores de Copenhague, como o novo CEO da Novozymes. Nielsen assume o cargo no dia 1º de abril. Até lá, o cargo continuará a ser ocupado por Steen Riisgaard.


Segundo Henrik Gürtler, presidente do Conselho de Administração da companhia, “Peder Holk Nielsen tem a habilidade de unir tendências de mercado à pesquisa”, o que ele considera a chave para que a empresa entregue ao mercado inovação como previsto em sua estratégia de crescimento.


“Ele era uma escolha clara primeiro em nosso processo de pesquisa internacional. Agradeço Steen Riisgaard por seus 12 anos de liderança de sucesso na construção da empresa, e tenho certeza de que Peder Holk Nielsen irá garantir a contínua expansão de nossa posição como líder mundial em bioinovação", disse Gürtler.


Peder Holk Nielsen, 56 anos, tem desempenhado um papel central no desenvolvimento da Novozymes na sua forma atual. Ele é atualmente vice-presidente executivo e diretor de Negócios enzimáticos, cargo que ocupa desde 2007. Antes disso ocupou cargos de gestão na Novozymes e Industri / Novo Nordisk através de desenvolvimento de negócios, pesquisa e desenvolvimento, gestão da qualidade, vendas e marketing. Ele também tem mestrado e doutorado em Engenharia Química pela Universidade Técnica da Dinamarca e é membro do Conselho de Administração da Hempel A/S e da LEO Pharma A/S.


"Estou ansioso para liderar a Novozymes líderes e nossos seis mil colegas fantásticos", disse o CEO eleito. "Com as nossas soluções sustentáveis e relações com os clientes, temos uma posição muito forte para a expansão do nosso negócio, e estou convencido de que vamos cumprir as nossas metas de crescimento a longo prazo nos próximos anos. Eu estou feliz que todos os vice-presidentes na gestão executiva atual continuarão na nova equipe de liderança".


Desde 2000, a empresa entregou as taxas médias anuais de crescimento de 7-8% e aumentou os retornos do capital investido de 10% a 20%. Hoje a companhia detém 47% do mercado mundial de enzimas industriais e lidera a crescente utilização de microrganismos e produtos de biotecnologia industrial através de uma série de indústrias.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar