acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Bahia

Novo contrato com Bahiagás amplia oferta de gás natural

06/12/2007 | 00h00
Termo de Compromisso assinado com a distribuidora Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás) prevê a oferta ao estado de 5,1 milhões de m³/dia de gás natural. O documento garantirá um volume adicional ao estado da Bahia de 1,6 milhões de m³/dia de gás natural. Atualmente a Petrobras fornece para a Bahiagás o volume médio de 3,5 milhões de m³/dia de gás.

O acordo prevê três modalidades de fornecimento de gás natural: 3,5 milhões de m³/dia em regime Firme Inflexível; 500 mil m³/dia em regime Firme Flexível; e 1,1 milhões de m³/dia em regime Interruptível. Este é o primeiro contrato assinado pela Petrobras com uma distribuidora estadual com diferentes regimes de contratação e inaugura a nova política comercial da Companhia para o gás natural.

Na modalidade Firme Inflexível, a distribuidora assegura pagamento do volume adquirido e a Petrobras garante a entrega do volume gás natural estabelecido. No regime Interruptível, o fornecimento de gás pode ser interrompido apenas pelo fornecedor, de acordo com as condições previamente negociadas.

Neste caso, o preço do gás natural tem um desconto em relação àquele de um contrato padrão Firme Inflexível. Já na modalidade de contrato Firme Flexível, o fornecimento de gás natural pode ser interrompido, de acordo com as condições negociadas, e o supridor tem o compromisso de cobrir os custos adicionais decorrentes do uso de combustível substituto (óleo combustível).

As novas modalidades de contratação permitem um planejamento mais eficiente da expansão do mercado de gás natural e garantem mais segurança ao abastecimento do estado. O acordo com a distribuidora baiana terá prazo de duração de cinco anos, renováveis por igual período.

O aumento no volume de gás natural no contrato com a Bahiagás foi possível devido à entrada em operação, este ano, do campo de Manati, na bacia de Camamu (BA). Este campo garantiu um volume adicional de 6 milhões de m³/dia de gás natural à produção nacional.

Fonte: Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar