acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Minas Gerais

Novelis Brasil investe em usina hidrelétrica

04/09/2008 | 07h41

A Novelis Brasil está investindo US$ 41 milhões na construção da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) de Brito, em Minas Gerais, onde pretende elevar de 60% para 70% a capacidade de auto-geração de energia elétrica para a sua fábrica de alumínio primário em Ouro Preto, que terá 23 MW.

 

A empresa do grupo Novelis Inc., líder global em laminados e reciclagem de latas de alumínio, informou a escolha de Alexandre Almeida para a presidência das operações na América do Sul. O executivo ocupará o cargo deixado por Tadeu Nardocci, que assumirá uma posição mundial na companhia como vice-presidente de Inovação, Tecnologia e Estratégia da Novelis Inc..

 

Na unidade de Ouro Preto, a companhia pretende introduzir a tecnologia Fusion, o que garantirá à fábrica mineira, ser a primeira da América do Sul e uma das quatro da companhia no mundo a utilizar esse tipo de inovação tecnológica que garantirá a produção de placas de alumínio com múltiplas ligas.

 

A medida é considerada estratégica para a abertura de novas oportunidades de negócios em setores como o automotivo, arquitetônico, de edificações e construção, além das indústrias de bens duráveis e de transportes, entre outros mercados.

 

Considerada líder na produção de laminados de alumínio na América do Sul, além de desenvolver atividades de mineração de bauxita, produção de alumina, fabricação de alumínio primário e reciclagem, a empresa vem desencadeando série de medidas para modernização e elevação de capacidade produtiva, tais como o investimento de US$ 30 milhões, divulgados há três meses, destinado à unidade de chapas e de reciclagem em Pindamonhangaba (SP).

 

Com os investimentos em expansão da fábrica de Pindamonhangaba a empresa elevará a capacidade de produção de chapas de 300 mil toneladas para 400 mil toneladas, além de quase duplicar as atividades de reciclagem de alumínio, que passarão de 80 mil toneladas para 150 mil toneladas por ano.

 

Os investimentos são justificados pela expansão das vendas da subsidiária brasileira que alcançou receita líquida de US$ 994 milhões no ano fiscal de 2008 (de abril de 2007 a março de 2008), o que representou um crescimento de 13% em relação a igual período de 2007, quando atingiu US$ 893 milhões.

 

Os resultados do primeiro trimestre do ano fiscal de 2009 (março a junho de 2008) também são considerados animadores já que a receita líquida ficou em US$ 295 milhões, ante US$ 243 milhões do ano anterior.

 

Globalmente, as vendas anuais da Novelis Inc. foram superiores a US$11 bilhões.

 

A companhia opera em mais de 11 países e emprega aproximadamente 12,9 mil pessoas que atuam na produção de chapas e folhas de alumínio para os mercados automotivo, de transporte, embalagem, construção, industrial e de impressão nas Américas do Norte e do Sul, além de Europa e Ásia.

 

"Estamos investindo para expandir nossa oferta de produtos inovadores de alto valor agregado, a custos competitivos, e com uma atuação altamente sustentável, focada na reciclagem do alumínio e na crescente geração própria de energia", afirmou o novo presidente do grupo, Alexandre Almeida, que assume o comando das operações na América do Sul em momento de franca expansão dos negócios da empresa.

 

Almeida ocupava o cargo de diretor Financeiro e de Planejamento Estratégico desde janeiro de 2005 na Novelis Brasil. Formado em Engenharia Metalúrgica pela Universidade Federal de Minas Gerais, pós-graduado em Administração Financeira pela Fundação João Pinheiro e com mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Minas Gerais, o executivo já foi diretor geral da Alcan Composites Brasil entre 2003 e 2005.



Fonte: Jornal do Commercio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar