acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Refinarias

Novas unidades agregam mais valor ao petróleo nacional

11/11/2004 | 00h00

Duas novas unidades, já operando a plena carga nas refinarias da Petrobras em Araucária, no Paraná, e em Paulínia, São Paulo, estão permitindo a utilização mais eficiente do petróleo nacional e a produção de derivados de maior valor e de melhor qualidade. A Refinaria de Paulínia (Replan) está processando 31 mil barris do resído de vácuo - fração pesada da destilação petrolífera - e transformando-o em produtos de maior valor agregado. A Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, está sendo capaz de refinar 120 mil barris de petróleo pesado brasileiro por dia. 
O objetivo dessa unidade é reduzir a necessidade de importação de petróleo leve, que é mais caro. Conseqüentemente, a redução das necessidades de importação de diesel e de exportação de petróleo pesado nacional. Em nota, a Petrobras informa que esse aspecto se torna relevante, quando se considera que, somente no segundo trimestre de 2004, a Companhia importou uma média de 62 mil barris diários de derivados, principalmente óleo diesel.
Os dois investimentos se enquadram na estratégia de negócios da Petrobras para a área do Abastecimento, que tem como objetivo tornar mais eficientes as atividades de refino. Essa eficiência se traduz em agregar maior valor às matérias primas, com foco na produção de derivados mais nobres, de melhor qualidade e utilização maior e mais eficiente do petróleo nacional.
O investimento na Replan foi de R$ 600 milhões e na Repar de R$ 400 milhões.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar