acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
FPSO Cidade do Rio de Janeiro

Nova plataforma inicia produção na Bacia de Campos

09/01/2007 | 00h00

Começou a operar nessa terça-feira (9), no campo de Espadarte, na Bacia de Campos, o navio-plataforma Cidade do Rio de Janeiro. Com capacidade para produzir, diariamente, até 100 mil barris de petróleo e 2,5 milhões de metros cúbicos de gás e instalada em profundidade de água de 1.350 metros, a nova plataforma pode estocar 1,6 milhão de barris de petróleo.
 
O início da operação - também chamado de "primeiro óleo", foi comemorado em uma cerimônia que contou com a presença do Governador do Estado do Rio de Janeiro, Sergio Cabral Filho, e do Presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo.

Segundo Gabrielli, em coletiva realizada hoje no saguão do Aeroporto Santos Dumont, o Cidade do Rio de Janeiro deve gerar US$ 670 milhões de royalties para o estado.
 
Contratada junto à empresa MODEC International LCC, o Cidade do Rio de Janeiro é um navio-plataforma do tipo FPSO (sistema flutuante de produção, armazenamento e transferência de óleo) com 320 metros de comprimento, 54 metros de boca e 30 metros de altura, o que corresponde a um edifício de 10 andares. A previsão é que a nova unidade atinja a sua capacidade máxima de produção neste ano. A plena carga, a plataforma estará ligada a nove poços submarinos, dos quais cinco produtores de petróleo e gás natural e quatro injetores de água.



Fonte: Da Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar