acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Bacia de Santos

Nova descoberta de petróleo na área da Cessão Onerosa

08/05/2013 | 09h39
Nova descoberta de petróleo na área da Cessão Onerosa
Ilustração Agência Petrobras Ilustração Agência Petrobras

 

A Petrobras comunicou a descoberta de óleo de boa qualidade na área da Cessão Onerosa denominada Entorno de Iara, no pré-sal da Bacia de Santos.
O poço 1-BRSA-1146-RJS (1-RJS-711), informalmente conhecido como Entorno de Iara 1, localiza-se em profundidade d´água de 2266 metros, a uma distância de 235 km da costa do estado do Rio de Janeiro.
Segundo a estatal, a descoberta foi comprovada por meio de amostras de petróleo de boa qualidade (26º API) em teste a cabo, colhidas em reservatórios carbonáticos de excelente qualidade, situadas logo abaixo da camada de sal, a partir de 5.045 metros de profundidade.
O poço foi concluído na profundidade de 5.580 metros, após atingir os objetivos previstos pelo contrato de Cessão Onerosa.
Para avaliar a produtividade dos reservatórios portadores de óleo, está programada a realização de um teste de formação, bem como a perfuração de outro poço nessa área, como prevê o Programa Exploratório Obrigatório (PEO) do contrato.

A Petrobras comunicou a descoberta de óleo de boa qualidade na área da Cessão Onerosa denominada Entorno de Iara, no pré-sal da Bacia de Santos.


O poço 1-BRSA-1146-RJS (1-RJS-711), informalmente conhecido como Entorno de Iara 1, localiza-se em profundidade d´água de 2266 metros, a uma distância de 235 km da costa do estado do Rio de Janeiro.


Segundo a estatal, a descoberta foi comprovada por meio de amostras de petróleo de boa qualidade (26º API) em teste a cabo, colhidas em reservatórios carbonáticos de excelente qualidade, situadas logo abaixo da camada de sal, a partir de 5.045 metros de profundidade.


O poço foi concluído na profundidade de 5.580 metros, após atingir os objetivos previstos pelo contrato de Cessão Onerosa.


Para avaliar a produtividade dos reservatórios portadores de óleo, está programada a realização de um teste de formação, bem como a perfuração de outro poço nessa área, como prevê o Programa Exploratório Obrigatório (PEO) do contrato.



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar