acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Vencedores

Norte e Nordeste levam três categorias do Prêmio FINEP de Inovação

29/11/2010 | 15h50
A edição 2010 do Prêmio FINEP de Inovação chega ao fim com uma grande novidade. Pela primeira vez em 13 anos a região Norte está representada entre os vencedores nacionais. De um total de sete categorias premiadas hoje (29) em cerimônia na Confederação Nacional da Indústria, em Brasília (DF), a de Tecnologia Social coube à Oficina Escola de Lutheria da Amazônia, de Manaus.
 
 
 
A região Nordeste também foi destaque com dois vencedores no pódio. O troféu da categoria Pequena Empresa foi para a Softwell Solutions em Informática (BA), e o Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife - C.E.S.A.R, foi escolhido a melhor Instituição de Ciência e Tecnologia. No Sul a festa ficou por conta da Embraco, que conquistou duas premiações - Grande Empresa e Gestão da Inovação. Também foram vencedores a Treetech Sistemas Digitais (SP), na categoria Média Empresa, e o Inventor Inovador Julio Abel Segalle, de São Paulo.


Além de troféus, os vencedores nacionais recebem como prêmio recursos do programa de subvenção econômica para desenvolvimento de projetos de ciência, tecnologia e inovação. Dependendo da categoria, os financiamento variam de R$ 120 mil, caso do Inventor Inovador, até R$ 2 milhões,  valor destinado à Grande Empresa. Com exceção da Média Empresa, que ganha R$ 1 milhão, todas as demais categorias (Pequena Empresa, Gestão da Inovação, Tecnologia Social e Instituição de Ciência e Tecnologia) são contempladas com R$ 500 mil.


"A nossa expectativa é que a cada ano os concorrentes fiquem cada vez mais fortes com a difusão da importância do Prêmio", afirmou Canindé Pegado, representante do Codefat no júri que se reuniu durante todo o dia de ontem para eleger os mais inovadores do Brasil nas categorias premiadas. O julgamento contou com a participação de vinte representantes de instituições públicas, empresas privadas e estatais  e federações de indústrias. Segundo Pegado, a metodologia empregada no julgamento garante o grau de credibilidade.


Também integrante do corpo de jurado, a representante da Federação das Indústrias do Estado do Paraná, Gina Padino, destacou a qualidade dos finalistas. "A disputa foi acirradíssima em todas as categorias, de forma que o juri teve muita dificuldade para escolher", afirmou.


Em sua 13ª edição, o Prêmio é um reconhecimento a quem  faz inovação no País.  Este ano, o Prêmio recebeu 885 inscrições em todo o Brasil, dos quais 307 do Sudeste, 224 do Sul, 159 do Nordeste, 113 do Centro-Oeste e 82 do Norte.


Conheça os vencedores da etapa nacional do Prêmio FINEP 2010, em cada categoria:


Categoria Micro e Pequena Empresa
Nordeste - Softwell Solutions em Informática (BA)


A Softwell é uma empresa fornecedora de tecnologias de desenvolvimento para a indústria de software focada em produzir inovação. Seu principal produto, o Maker, é uma plataforma de desenvolvimento integrado que simplifica o processo de produção de software. O produto utiliza uma metodologia de desenvolvimento única até então, sem códigos e totalmente visual, possibilitando a rápida construção de sistemas corporativos para a web, ampliando a produtividade e reduzindo significativamente os custos.


Categoria Média Empresa
Sudeste -Treetech Sistemas Digitais Ltda (SP)


A Treetech é a única empresa do Brasil especializada em gestão on-line de ativos de subestações elétricas. Com base em tecnologia própria e inovadora em âmbito mundial, desenvolveu uma solução completa composta por sensores eletrônicos inteligentes integrados ao um software especialista de diagnóstico e prognóstico, através do qual os ativos são monitorados em tempo real. A Treetech também presta serviços de instalação, comissionamento, inspeção e consultoria especializada em ativos elétricos.
 


Categorias Grande Empresa e Gestão da Inovação
Sul - EMBRACO - WHIRLPOOL S A - UNIDADE COMPRESSORES e SOLUÇÕES PARA REFRIGERAÇÃO (SC)


A empresa, reconhecida mundialmente, tem como objetivo oferecer soluções inovadoras em refrigeração, criando produtos com tecnologia de ponta. Com mais de 900 cartas-patentes concedidas no mundo, investe em pesquisa e desenvolvimento. Líder mundial na fabricação de compressores herméticos para a refrigeração, a empresa apresenta como maior diferencial a busca por produtos com maior eficiência energética, baixo nível de ruído e mais confiabilidade.



Categoria Tecnologia Social
Norte -  Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (AM)


O projeto proposto pela Oficina é oferecer oportunidades no ensino profissionalizante para a transformação dos recursos florestais, através da arte da Lutheria (arte e a ciência da construção de instrumentos musicais) e da Marchetaria. Ao mesmo tempo, procura sensibilizar e capacitar a comunidade ribeirinha de Sagrada Família do Aninga, do Município de Boa Vista do Ramos (AM), nas técnicas para o manejo florestal de baixo impacto.


Categoria ICT - Instituição de Ciência e Tecnologia
Nordeste - Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife - C.E.S.A.R (PE)


Fundado em 1996, o C.E.S.A.R tem como objetivo incentivar a formação e o desenvolvimento de seus colaboradores. Por isso, são realizadas diversas ações de desenvolvimento do capital humano, que começam com a integração do colaborador à empresa além do desenvolvimento das competências técnicas por meio de oficinas, incentivos e certificações técnicas, entre outros. O C.E.S.A.R tem executado uma média 50 projetos por ano, com foco nos setores de telecomunicações, hardware, automação comercial, automação bancária, equipamentos médicos, energia e agronegócio. Entre as tecnologias desenvolvidas podemos destacar: algoritmos de detecção de gestos para aparelhos celulares, que permite que gestos sejam utilizados para interagir com as aplicações e jogos; e dispositivo para a localização de veículos baseado em tecnologia Zigbee.


Categoria Inventor Inovador
Sudeste - Julio Abel Segalle (SP)


O inventor projetou e patenteou o chamado OrthoMouse (OM) que consiste em um mouse ortopédico para computador. O produto oferece um dispositivo de entrada/mouse na máquina que permite e obriga a mão humana a permanecer em posição segura durante seu uso. Além disso, a ferramenta traz dispositivos intercambiáveis que permitem montar seis configurações diferentes, respeitando as diferenças das mãos dos usuários. O objetivo do projeto é melhorar a qualidade de vida daqueles que o utilizam.
 

Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar