acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Política

Nome do novo diretor-geral da ANP ainda não está definido

09/12/2011 | 15h13
O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse hoje (9) que o novo diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) ainda não foi escolhido. O mandato do atual diretor-geral, Haroldo Lima, que ficou na ANP por oito anos, se encerra no dia 11 de dezembro.

Segundo Lobão, a decisão sobre o novo chefe da agência é da presidenta Dilma Rousseff. Depois, o nome deve ser referendado pelo Senado Federal. Enquanto o governo não decidir quem indicará para o cargo, um dos quatro diretores da agência poderá assumir o comando interinamente. “O futuro diretor será submetido ao Senado, seguramente no próximo ano, porque este ano não haverá mais tempo”, disse Lobão, na cerimônia de despedida de Haroldo Lima.

Sobre a possibilidade de o PMDB indicar um nome para o cargo, o ministro disse que o partido ainda não lhe “comunicou ainda”. “Eu não levei nenhum nome à presidenta da República. A presidenta quer decidir. Ela vai me ouvir, mas a decisão dela é soberana. A dela e a do Senado”. Segundo ele, não há prazo para a nomeação, uma vez que a ANP tem quatro dos cinco cargos da direção colegiada ocupados. “É importante que, em um colegiado de cinco, pelo menos três estejam presentes”.


Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar