acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

No Japão, novo sistema de descontaminação nuclear será colocado em prática

28/11/2011 | 10h15
Após oito meses dos acidentes radioativos do Japão, a prefeitura de Fukushima anunciou que está em desenvolvimento um plano para descontaminar regiões atingidas pela radiação. Nesta região está localizada a Usina Nuclear de Fukushima Daiichi cujos reatores sofreram danos em decorrência do terremoto seguido por tsunami provocando vazamentos e explosões. A área de 30 quilômetros ao redor da usina foi esvaziada para evitar mais riscos de contaminação.

De acordo com autoridades, uma empresa privada, com sede em Tóquio, desenvolveu o novo sistema de descontaminação. Os destroços serão submetidos a um tratamento térmico em um ambiente livre de oxigênio e à base de gás, óleo e pó cerâmico. O objetivo é transformar o material em cinzas não contaminadas. O trabalho deve começar em dezembro.

Em 11 de março deste ano, o Japão foi atingido por um terremoto de 8,9 graus na escala Richter seguido de tsunami. Os abalos provocaram vazamentos e explosões na usina nuclear. O governo japonês determinou o esvaziamento de nove cidades ao redor de Fukushima e as pessoas ainda moram de forma improvisada.

Também foi determinada a suspensão da produção e comercialização de alimentos da região de Fukushima. Os acidentes no Japão geraram preocupações na comunidade internacional que ampliou a atenção em relação à segurança das usinas nucleares no mundo.


Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar