acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

No Global Petroleum Show 2018 em Calgary, no Canadá Firjan lança o "Ambiente Onshore de P&G no Brasil"

13/06/2018 | 17h28

O Sistema FIRJAN lançou em Calgary, no Canadá, a versão em inglês do documento 'Ambiente Onshore de P&G no Brasil 2018'. Uma coprodução com a ONIP (Organização Nacional da Indústria do Petróleo), e participação de varias federações de industrias, a publicação traz para o mercado internacional um balanço da atividade onshore brasileira, apresentando as oportunidades de negócios neste mercado no país.

A apresentação foi feita nesta terça-feira (12/6) pelo especialista da Gerência de Petróleo, Gás e Naval da Federação, Fernando Montera, no Espaço Brasil da Global Petroleum Show 2018, principal feira onshore do Canadá. Além das oportunidades de negócio no Brasil, o documento também apresenta um artigo sobre o Plano de Desinvestimento da Petrobras, produzido pela companhia; e outro sobre a experiência onshore de monetização de gas natural no Brasil, assinado pela operadora de campos no Maranhão, a Eneva.

"O Sistema FIRJAN participa pela segunda vez consecutiva da Global Petroleum. Neste ano, além de integrar a comitiva brasileira, que este ano conta com mais de 25 representantes de 17 empresas, também trouxemos a publicação para apresentar ao mercado internacional as possibilidades de negócios onshore no Brasil", destaca Karine Fragoso, gerente de Petróleo, Gás e Naval do Sistema FIRJAN.

Em parceria com a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), a FIRJAN promoveu a curadoria de palestras do Espaço Brasil durante os três dias de feira. Entre os temas, foram apresentadas questões regulatórias e o mercado onshores no Brasil. Eliane Petersohn, da ANP, falou sobre abertura de áreas e novas rodadas de licitação no Brasil; e Mariana Cavadinha discorreu sobre oportunidades e o fator recuperação crescente de óleo no país.

Roger Boing, do escritório Boing Gleich Advogados, fala sobre o novo impulso da indústria de óleo e gás no Brasil: fatos positivos e mudanças. Já a Eneva apresenta as oportunidades de E&P no ohshore: replicando o modelo de negócio reservoir-to-wire. Por fim, a Schlumberger traz sua experiência e perspectivas no mercado onshore no Brasil.

Além da atuação conjunta à Comitiva, o Ministério de Minas e Energia, representado pelo secretário de Petróleo, Gás e Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia, João Vicente Carvalho Vieira, participou do Forum Global Canadian Exploration e do Almoço das Americas, eventos paralelos à Global Petroleum Show, falando sobre como o governo Brasileiro está atuando neste mercado para melhorar o ambiente de negócios no país.

A comitiva brasileira na Global Petroleum foi composta por empresas nacionais, entre elas a Eneva, Schlumberger e Boing e Gleich, patrocinadoras da publicação e do estande Brasileiro da Comitiva. Também se fizeram representar o Governo Federal - Consulado Brasileiro, e o Governo da Bahia- Secretaria de Desenvolvimento. A feira de Calcary termina nesta quinta-feira.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar