acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pré-Sal

Navio-sonda da QGOG chega ao Brasil para operar em águas ultraprofundas

27/08/2012 | 11h15
Navio-sonda da QGOG chega ao Brasil para operar em águas ultraprofundas
Sonda Amaralina Star. Divulgação Sonda Amaralina Star. Divulgação

 

No último dia 25, o navio-sonda Amaralina Star, que será operado pela Queiroz Galvão Óleo e Gás (QGOG), chegou ao Brasil. A unidade foi projetada para operar em águas ultraprofundas, em lâminas d'água de até 3.000 m e poços de até 12.000 m de profundidade, com capacidade para atuação na área do pré-sal.
O Amaralina Star foi construído pelo estaleiro Samsung Heavy Industries, localizado na Coreia do Sul - assim como o navio-sonda Laguna Star, atualmente em construção - e contribuirá para a expansão e diversificação da expertise em perfuração em águas ultraprofundas da QGOG.
"É um equipamento de ponta e com significado especial para nossa empresa, por ser o primeiro navio-sonda que vamos operar, expandindo o nosso know-how na área de operações offshore", explica Leduvy Gouvea, diretor-geral da QGOG.
A embarcação foi construída pelo estaleiro Samsung Heavy Industries, localizado na Coreia do Sul, assim como o navio-sonda Laguna Star, também da QGOG Constellation, atualmente em construção, e a ser também operado pela empresa.
As duas unidades estão afretadas para a Petrobras em um contrato de seis anos de duração, com opção de renovação por mais seis anos. Os serviços de perfuração serão de responsabilidade da QGOG.

No último dia 25, o navio-sonda Amaralina Star, que será operado pela Queiroz Galvão Óleo e Gás (QGOG), chegou ao Brasil. A unidade foi projetada para operar em águas ultraprofundas, em lâminas d'água de até 3.000 m e poços de até 12.000 m de profundidade, com capacidade para atuação na área do pré-sal.


O Amaralina Star foi construído pelo estaleiro Samsung Heavy Industries, localizado na Coreia do Sul - assim como o navio-sonda Laguna Star, atualmente em construção - e contribuirá para a expansão e diversificação da expertise em perfuração em águas ultraprofundas da QGOG.


"É um equipamento de ponta e com significado especial para nossa empresa, por ser o primeiro navio-sonda que vamos operar, expandindo o nosso know-how na área de operações offshore", explica Leduvy Gouvea, diretor-geral da QGOG.


As duas unidades estão afretadas para a Petrobras em um contrato de seis anos de duração, com opção de renovação por mais seis anos. Os serviços de perfuração serão de responsabilidade da QGOG.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar