acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Indústria Naval

Navio Sérgio Buarque de Holanda inicia operações

09/07/2012 | 12h16

 

O navio de produtos Sérgio Buarque de Holanda será entregue à Transpetro nesta segunda-feira (9). Terceira embarcação do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef) a iniciar as operações, a embarcação tem 183 metros de comprimento e capacidade para transportar 56 milhões de litros de combustíveis.
“Depois de 14 anos sem construir nenhum petroleiro, a indústria naval brasileira começa a atingir um novo ritmo. Em um prazo de um ano, teremos quatro navios entregues. Vamos agora focar na busca de maior produtividade, para que o setor alcance competitividade internacional”, diz o presidente da Transpetro, Sergio Machado.
Com investimento de R$ 10,8 bilhões na encomenda de 49 embarcações, o Promef garantiu as bases para o ressurgimento da indústria naval brasileira, permitindo a abertura de novos estaleiros e a modernização dos estaleiros existentes. O Brasil já tem a quarta maior carteira de encomendas de navios do mundo. O setor, que chegou a ter menos de dois mil trabalhadores na virada do século, emprega hoje mais de 60 mil pessoas.
A Transpetro lançou um hotsite sobre o navio Sérgio Buarque de Holanda (www.promef-transpetro.com.br), onde é possível fazer um tour virtual pela embarcação.

O navio de produtos Sérgio Buarque de Holanda será entregue à Transpetro nesta segunda-feira (9). Terceira embarcação do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef) a iniciar as operações, a embarcação tem 183 metros de comprimento e capacidade para transportar 56 milhões de litros de combustíveis.


“Depois de 14 anos sem construir nenhum petroleiro, a indústria naval brasileira começa a atingir um novo ritmo. Em um prazo de um ano, teremos quatro navios entregues. Vamos agora focar na busca de maior produtividade, para que o setor alcance competitividade internacional”, diz o presidente da Transpetro, Sergio Machado.


Com investimento de R$ 10,8 bilhões na encomenda de 49 embarcações, o Promef garantiu as bases para o ressurgimento da indústria naval brasileira, permitindo a abertura de novos estaleiros e a modernização dos estaleiros existentes. O Brasil já tem a quarta maior carteira de encomendas de navios do mundo. O setor, que chegou a ter menos de dois mil trabalhadores na virada do século, emprega hoje mais de 60 mil pessoas.


A Transpetro lançou um hotsite sobre o navio Sérgio Buarque de Holanda (www.promef-transpetro.com.br), onde é possível fazer um tour virtual pela embarcação.

 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar