acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Petroquímica

Nafta em alta não impede lucro da Copesul

26/10/2004 | 00h00

O preço dos produtos petroquímicos subiu mais do que a nafta e garantiu lucro líquido antes das destinações de R$ 430,8 milhões à Copesul no período de janeiro a setembro deste ano. O resultado é 189,7% superior ao obtido no mesmo período do ano anterior e a empresa já anuncia que pode fechar 2004 com o melhor resultado de sua história.
Segundo o coordenador de controladoria da Copesul, José Arnaldo Ribeiro Soares, o lucro da companhia acompanha a tendência de crescimento econômico no Brasil e no mundo. "A petroquímica é uma indústria diretamente ligada ao aumento do consumo e conforme o PIB cresce, ativam-se os negócios, o nível de emprego e renda melhora, as pessoas consomem mais e a indústria tem lucro", analisa. 
Na avaliação de Soares, apesar da alta das matérias primas - a nafta chegou a US$ 400 a tonelada no terceiro trimestre - o mercado conseguiu se alinhar ao novos preços e a petroquímica conseguiu superar resultados que vinham sendo modestos nos últimos anos. "Até o ano passado o Brasil sofreu uma redução de PIB e isso impactou a petroquímica. Este ano já houve crescimento e esperando que haja ainda mais", comentou o executivo.
Os resultados da Copesul divulgados nesta terça-feira (26/10) revelaram que o Ebitda societário (lucro antes dos impostos, juros, depreciações e amortizações) totalizou R$ 811,2 milhões de janeiro a setembro de 2004, contra R$ 397,8 milhões no mesmo período de 2003. O volume de vendas, no entanto, aumentou penas 1,45% e gerou uma receita líquida de vendas da ordem de 16%, o que caractariza a retomada da lucratividade em função do alinhamento dos preços.
O endividamento líquido da companhia, que passou de R$ 1 bilhão em setembro de 2003 para menos de R$ 100 milhões em setembro de 2004, impactou positivamente o resultado financeiro. Além disso, a Copesul vem operando em níveis excelentes de estabilidade operacional, à média de 95,8% de ocupação da capacidade instalada, em uma situação de forte demanda pelos seus produtos.
O valor adicionado pela Copesul de janeiro a setembro de 2004 totalizou R$ 1,7 bilhão, contra cerca de R$ 1 bilhão no mesmo período de 2003, o que representa uma variação de 77,2%. Do valor distribuído, 58% reverteram aos cofres públicos via tributos, 29% para remuneração do capital investido no negócio, 9% para pagamento dos compromissos financeiros e 4% em remuneração e benefícios para os 943 colaboradores da empresa.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar