acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Negócios

Mubadala estaria negociando comprar ativos de Eike

14/08/2013 | 09h38

 

Mubadala estaria negociando comprar ativos de Eike, diz agência
O Mubadala Development, fundo soberano do emirado de Abu Dhabi, está em negociações para comprar alguns dos ativos do ex-bilionário brasileiro Eike Batista, por cerca de US$ 1 bilhão, disseram duas pessoas com conhecimento direto do assunto.
As negociações envolvem participações na OGX Petróleo e Gás Participações, na MMX Mineração & Metálicos e no Porto do Açu, da LLX Logística, segundo essas fontes, que pediram para não ser identificadas. O fundo Mubadala estaria buscando empresas internacionais ou locais para serem parceiros no negócio.
Também pertencente a Eike, a mineradora de ouro AUX, que atua na Colômbia, já está sendo usada como garantia para a dívida de US$ 1,5 bilhão que o o grupo do empresário, o EBX, tem com o Mubadala, disse uma das fontes. O fundo converteu um investimento em ações preferenciais na holding do ex-bilionário em dívida no mês passado. Esse arranjo provavelmente deve se manter, mesmo que as negociações a respeito das outras empresas de Eike sejam concluídas.
"O Mubadala permanece em discussões próximas com a EBX e um número de partes interessadas, conforme a EBX continua a reestruturar seus negócios," disse Brian Lott, porta-voz do fundo de Abu Dhabi, em um comunicado em resposta às perguntas da reportagem. "Acreditamos que muitos ativos da EBX têm valor potencial significativo para o Mubadala e outros investidores."
Lott recusou a comentar quando questionado sobre ativos específicos que estariam sendo negociados.

O Mubadala Development, fundo soberano do emirado de Abu Dhabi, está em negociações para comprar alguns dos ativos do ex-bilionário brasileiro Eike Batista, por cerca de US$ 1 bilhão, disseram duas pessoas com conhecimento direto do assunto.


As negociações envolvem participações na OGX Petróleo e Gás Participações, na MMX Mineração & Metálicos e no Porto do Açu, da LLX Logística, segundo essas fontes, que pediram para não ser identificadas. O fundo Mubadala estaria buscando empresas internacionais ou locais para serem parceiros no negócio.


Também pertencente a Eike, a mineradora de ouro AUX, que atua na Colômbia, já está sendo usada como garantia para a dívida de US$ 1,5 bilhão que o o grupo do empresário, o EBX, tem com o Mubadala, disse uma das fontes. O fundo converteu um investimento em ações preferenciais na holding do ex-bilionário em dívida no mês passado. Esse arranjo provavelmente deve se manter, mesmo que as negociações a respeito das outras empresas de Eike sejam concluídas.


"O Mubadala permanece em discussões próximas com a EBX e um número de partes interessadas, conforme a EBX continua a reestruturar seus negócios," disse Brian Lott, porta-voz do fundo de Abu Dhabi, em um comunicado em resposta às perguntas da reportagem. "Acreditamos que muitos ativos da EBX têm valor potencial significativo para o Mubadala e outros investidores."


Lott recusou a comentar quando questionado sobre ativos específicos que estariam sendo negociados.

 



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar