acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Refinaria Trem 1

MPE fará a construção e montagem das tubovias do Comperj

30/11/2011 | 11h37
A Petrobras e a empresa MPE assinaram ontem (29), o contrato de construção e montagem das tubovias do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). O documento contempla a prestação de serviços relativos à verificação de consistência da documentação técnica, elaboração do projeto executivo, construção civil, montagem eletromecânica, interligações, comissionamento e fornecimento de bens para as tubovias do Complexo.

As tubovias são interligações de tubulações entre o bloco das unidades de processo de refino e as unidades de utilidades e de tancagem de petróleo e produtos intermediários e finais, possibilitando, assim, o funcionamento da Refinaria Trem 1. Serão utilizados na construção e montagem, aproximadamente, 12 mil toneladas de tubulação, 36.200 metros de estacas, 21.700 metros cúbicos de concreto para as fundações e 1.040 toneladas de suportes metálicos ao longo de 4,5 km de extensão das tubovias. O prazo contratual para execução dos serviços é de 1.183 dias corridos.

O Comperj será implantado em três etapas. A primeira fase da Refinaria do Comperj está prevista para entrar em operação no final de 2013, produzindo GLP, nafta, diesel, querosene de aviação, coque e enxofre para suprir a demanda do mercado nacional além de matéria-prima para as unidades petroquímicas. A segunda fase da refinaria está prevista para 2018. As unidades petroquímicas têm início de operação previsto para 2017, produzindo eteno, propeno, polietilenos, polipropileno entre outros petroquímicos.


Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar