acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Portos

Movimentação no Porto de Santos cresceu 9% em 2013

24/01/2014 | 15h06
Movimentação no Porto de Santos cresceu 9% em 2013
Divulgação Divulgação

 

Ano registrou recordes mensais sucessivos e alcança crescimento de 9% em relação a 2012
No acumulado do ano, as exportações cresceram 10,5% e as importações 6,2%. Os destaques do ano foram os embarques de açúcar, com mais de 19 milhões de toneladas e crescimento de 15% em relação ao ano anterior; complexo soja, com 15,8 milhões de toneladas, um crescimento de quase 16% e milho, com mais de 11 milhões de toneladas e aumento próximo a 11%.
Ainda em relação às exportações, foram destaques no ano a gasolina (25,6% a mais) e óleo diesel e gasóleo (10%). Nas importações, os maiores crescimentos foram de gás liquefeito de petróleo (31,5%) e trigo (23,9%). Em toneladas, os maiores quantidades foram de adubo (3,6 milhões t) e enxofre (2 milhões t).
O movimento de carga conteinerizada aumentou 8,7% (em teu), atingindo um total de 3,4 milhões teu (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), correspondente a 36 milhões de t.
O número de atracações mais uma vez registrou queda, acumulando um total de 5.251 navios durante o ano, 6% a menos que em 2012 (5.595 navios), refletindo a operação de navios de maior porte em Santos.. O número indica consignação média de 22,8 mil t por navio, aumento de 15,5% em relação ao mesmo período do ano anterior (19.698 t/navio). A consignação média das cargas conteinerizadas foi de  1.489 teu/navio, crescimento de  21 % sobre 2012 (1.229 teu/navio).
Balança Comercial – O Porto de Santos fechou o ano com participação de US$ 122,5 bilhões, 25,4% da Balança Comercial Brasileira (US$ 481,8 bilhões). Com pequena margem, as exportações (US$ 61,3 bilhões) superam as importações (US$ 61,1 bilhões), com uma participação de 25,3% nas remessas brasileiras ao exterior,  enquanto que as descargas provenientes de outros países somaram 25,5%.
Os principais destinos das exportações por Santos, quanto ao valor, foram a China (US$ 8,7 bilhões), os Estados Unidos (US$ 5,9 bilhões) e a Argentina (US$ 4,1 bilhões). As três cargas que se destacam no fluxo de exportação são a soja (China, Tailândia e Holanda); o açúcar (China, Bangladesh e Indonésia) e café (Alemanha, Estados Unidos e Japão).
Já as importações tiveram como principais origens a China (US$ 10,5 bilhões), os Estados Unidos (US$ 9,0 bilhões) e a Alemanha (US$ 5,9 bilhões). Nesse fluxo sobressaem-se inseticidas (Estados Unidos, Bélgica e França); outras partes e acessórios de carrocerias para veículos automóveis (Coréia do Sul, Japão e Tailândia) e outras partes de marchas (Coréia do Sul, Alemanha e Japão).
 

No acumulado do ano, as exportações cresceram 10,5% e as importações 6,2%. Os destaques do ano foram os embarques de açúcar, com mais de 19 milhões de toneladas e crescimento de 15% em relação ao ano anterior; complexo soja, com 15,8 milhões de toneladas, um crescimento de quase 16% e milho, com mais de 11 milhões de toneladas e aumento próximo a 11%.

Ainda em relação às exportações, foram destaques no ano a gasolina (25,6% a mais) e óleo diesel e gasóleo (10%). Nas importações, os maiores crescimentos foram de gás liquefeito de petróleo (31,5%) e trigo (23,9%). Em toneladas, os maiores quantidades foram de adubo (3,6 milhões t) e enxofre (2 milhões t).

O movimento de carga conteinerizada aumentou 8,7% (em teu), atingindo um total de 3,4 milhões teu (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), correspondente a 36 milhões de t.

O número de atracações mais uma vez registrou queda, acumulando um total de 5.251 navios durante o ano, 6% a menos que em 2012 (5.595 navios), refletindo a operação de navios de maior porte em Santos.. O número indica consignação média de 22,8 mil t por navio, aumento de 15,5% em relação ao mesmo período do ano anterior (19.698 t/navio). A consignação média das cargas conteinerizadas foi de  1.489 teu/navio, crescimento de  21 % sobre 2012 (1.229 teu/navio).

Balança Comercial – O Porto de Santos fechou o ano com participação de US$ 122,5 bilhões, 25,4% da Balança Comercial Brasileira (US$ 481,8 bilhões). Com pequena margem, as exportações (US$ 61,3 bilhões) superam as importações (US$ 61,1 bilhões), com uma participação de 25,3% nas remessas brasileiras ao exterior,  enquanto que as descargas provenientes de outros países somaram 25,5%.

Os principais destinos das exportações por Santos, quanto ao valor, foram a China (US$ 8,7 bilhões), os Estados Unidos (US$ 5,9 bilhões) e a Argentina (US$ 4,1 bilhões). As três cargas que se destacam no fluxo de exportação são a soja (China, Tailândia e Holanda); o açúcar (China, Bangladesh e Indonésia) e café (Alemanha, Estados Unidos e Japão).

Já as importações tiveram como principais origens a China (US$ 10,5 bilhões), os Estados Unidos (US$ 9,0 bilhões) e a Alemanha (US$ 5,9 bilhões). Nesse fluxo sobressaem-se inseticidas (Estados Unidos, Bélgica e França); outras partes e acessórios de carrocerias para veículos automóveis (Coréia do Sul, Japão e Tailândia) e outras partes de marchas (Coréia do Sul, Alemanha e Japão).

 

Fonte: Redação TN/ Ascom Porto de Santos
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar