acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Indústria Naval

Motores e geradores Cummins vão atuar no pré-sal

28/02/2012 | 09h52
A divisão de negócios marítimos da Cummins fechou a venda de 18 motores e 12 geradores auxiliares de bordo para embarcações de apoio ao pré-sal. Os equipamentos, KTA 38 M2, de 38 litros e 1.350 hp a 1900 rpm, serão utilizados em seis embarcações LH (Line Handling), cuja função é o manuseio de espias, usado nas operações de transporte ou ancoragem das plataformas. “Basicamente, o LH faz a ligação entre a plataforma de prospecção de petróleo para o local em que se descarrega o petróleo bruto”, explica Waldemar Marchetti, gerente executivo de Negócios da Cummins Marine para América Latina.

Cada embarcação LH receberá no total três motores Cummins KTA 38 M2, totalizando 4.050 hp de potência cada uma. Os motores, além de atenderem às normas vigentes IMO Tier II, trazem sistema de injeção mecânica que proporciona melhor custo benefício, consumo de combustível e manutenção mais simplificada por insetar-se de eletrônica embarcada.

A Cummins Marine é um dos únicos fornecedores de motores deste porte que oferece no mercado global sistemas de injeção mecânica que atendem aos níveis de emissões estabelecidos no segmento.

Para fornecer energia às embarcações, como luzes, luzes de emergência, eletrodomésticos, parte eletrônica, ar-condicionado, entre outros, os geradores utilizados como auxiliares de bordo são o Cummins 6B-CP de 99 kw. Cada LH receberá duas unidades do modelo.

A previsão de entrega dos motores e geradores é para este ano, e as embarcações começarão a operar a partir de 2013. "Elas serão utilizadas na Bacia de Santos (SP) e na Bacia de Campos (RJ) e vão atuar, inicialmente, no desenvolvimento do pré-sal, com a possibilidade de trabalhar posteriormente também no norte do país”, afirma Marchetti.

Ainda de acordo com Marchetti, a Cummins Marine tem-se estruturado já há algum tempo para aproveitar esta demanda de crescimento naval e marítimo que deve se manter em alta até 2020. “Todas as embarcações ainda serão suportadas por meio do Distribuidor Cummins Vendas e Servicos de Motores e Geradores, do Rio de Janeiro (RJ)”, diz Marchetti.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar