acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Inovação

Mobilização industrial pretende dobrar o número de empresas inovadoras até 2013

04/02/2011 | 17h13
O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, afirmou hoje (4), após participar da primeira reunião de 2011 da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), grupo liderado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), que há diversos pontos de convergência entre a indústria e o governo quando de trata da inovação industrial. O MEI tem o objetivo de dobrar o número de empresas inovadoras até 2013.
 

Mercadante ressaltou que o Brasil precisa de inovação e para isso é necessário que haja parcerias entre o executivo e as empresas, seja no financiamento, no incentivo fiscal ou no desenho de uma política industrial. “Inclusive elegendo políticas específicas e uma agenda micro econômica relevante. É essa parceria que estamos buscando para reverter esse quadro”.  
 

O ministro do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, disse que no Brasil nem o governo, nem as empresas e nem a academia têm cultura de inovação e que os esforços existentes são isolados, daí a importância do MEI. 
 
 
“Como não existe uma cultura disseminada pela inovação, os mecanismos e financiamentos que dispomos são pouco divulgados, as empresas aderem pouco a isso. É uma questão de divulgar mais”. 


Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar