acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Cana-de-açúcar

Moagem de cana fecha dezembro 67,61% abaixo do valor registrado em 2010

12/01/2012 | 15h12
De acordo com a União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica), o volume de cana-de-açúcar processado até 1º de janeiro pelas unidades produtoras da região Centro-Sul do país somou 492,23 milhões de toneladas no acumulado desde o início da safra. O total para o mesmo período da safra anterior foi de 555,39 milhões de toneladas. No mês de dezembro, a moagem somou 3,65 milhões de toneladas, 67,61% abaixo do valor registrado em dezembro de 2010 (11,27 milhões de toneladas).

O diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, explica que “os valores observados até o momento são praticamente os números finais da safra 2011/2012 da região, pois ocorrerão apenas ajustes marginais até o final de março".

O executivo afirma que apenas sete unidades estão em operação em janeiro de 2012: uma usina no estado do Paraná, quatro em Mato Grosso do Sul e duas em Minas Gerais. A produção adicional dessas usinas deve ser residual comparada ao volume total do Centro-Sul.

A produção de etanol somou 183,67 milhões de litros, sendo 166,68 milhões de etanol hidratado e 16,99 milhões de litros de etanol anidro.

Considerando que a safra atual está praticamente encerrada, e comparando-se os valores acumulados até dezembro com os dados finais da safra 2010/2011, observa-se uma retração da moagem de 11,62% (492,23 milhões de toneladas até dezembro de 2011 contra 556,95 milhões na safra 2010/2011. As produções de açúcar e de etanol estão 6,95% e 19,00% menores do que na safra anterior, respectivamente. O volume produzido de etanol anidro apresentou crescimento de 6,59%, enquanto o etanol hidratado registrou queda de 29,56%.


Vendas de etanol

O volume de etanol comercializado pelas unidades produtoras da região Centro-Sul, desde o início da safra 2011/2012 até 1º de janeiro, somou 16,15 bilhões de litros (6,10 bilhões de litros de etanol anidro e 10,05 bilhões de litros de etanol hidratado), uma redução de 19,34% comparativamente a igual período da safra 2010/2011. Deste total, 1,64 bilhão de litros foram exportados, e 14,51 bilhões de litros destinados ao mercado doméstico.

Em dezembro, as vendas alcançaram 1,52 bilhão de litros, contra 2,22 bilhões de litros apurados no mesmo mês de 2010, e 1,75 bilhão de litros contabilizados em novembro de 2011. Este recuo reflete a forte queda do volume vendido de etanol hidratado: 866,20 milhões de litros comercializados, dos quais 841,68 milhões de litros destinados ao mercado interno, ante 1,51 bilhão de litros verificados em dezembro de 2010.

Em relação ao etanol anidro, a venda mensal somou 654,50 milhões de litros, quantidade praticamente estável quando comparada aos 658,09 milhões de litros comercializados em dezembro de 2010. Daquele volume, 86,87 milhões de litros direcionaram-se à exportação e 567,63 milhões de litros ao abastecimento doméstico - 6,57% abaixo dos 607,52 milhões de litros observados em dezembro de 2010.

Para o diretor da Unica, “as vendas de etanol das unidades produtoras ao mercado doméstico em dezembro apresentaram um ligeiro decréscimo, devido à transferência de etanol da região Norte-Nordeste para alguns estados do Centro-Sul, além da chegada de alguns navios com etanol anidro importado naquele mês”.

O volume de etanol importado de abril a dezembro de 2011 totalizou 1,13 bilhão de litros. Desse montante, 704,97 milhões de litros desembarcaram em portos da região Centro-Sul e 420,93 na região Norte-Nordeste.  O volume de etanol importado permitiu um aumento significativo na oferta de etanol anidro carburante para o mercado doméstico, acrescentou o executivo da Unica.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar