acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Continuidade das Operações

MME cria força-tarefa para propor ações sobre estaleiros de sócios japoneses

27/05/2015 | 10h48
MME cria força-tarefa para propor ações sobre estaleiros de sócios japoneses
Agência Brasil Agência Brasil

Uma força-tarefa coordenada pelo Ministério de Minas e Energia (MME), com a participação do Ministério da Fazenda, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal, e da Petrobras, foi constituída para debater ações que permitam a continuidade das operações dos estaleiros brasileiros, em particular daqueles que contam com participação acionária de empresas japonesas.

Representantes da Mitsubishi Heavy Industries, Kawasaki Heavy Industries e Ishikawajima Heavy Industries foram recebidos nesta terça-feira no MME, em reuniões presididas pelo Ministro Eduardo Braga, quando foram debatidas propostas para permitir a manutenção das atividades dos estaleiros e dos empregos da cadeia naval. O objetivo da força é encontrar soluções que contribuam, no curto prazo, para a continuidade das operações dos estaleiros, principalmente daqueles que enfrentam maiores dificuldades decorrentes dos problemas enfrentados pela Sete Brasil.

Nas reuniões, foram discutidas alternativas de renegociação de empréstimos, possibilidades de novas contratações com os estaleiros e o equacionamento dos contratos da Sete Brasil.  O Ministro Eduardo Braga reiterou os compromissos do Governo brasileiro com a Política de Conteúdo Local, que deverá contribuir para a manutenção das demandas junto a estes estaleiros. Novas reuniões serão realizadas, inclusive diretamente entre os bancos brasileiros, a Petrobras e os estaleiros.

Na primeira parte da reunião foram recebidos os executivos da Mitsubishi Heavy Industries, sócia do Estaleiro Rio Grande (Rio Grande do Sul). Em seguida, foi recebida a Kawasaki, empresa que detém participação no estaleiro Enseada do Paraguasu (Bahia). A terceira empresa a ser recebida foi a Ishikawajima (IHI), sócia no estaleiro Atlântico Sul (Pernambuco).



Fonte: MME
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar