acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Crise

MME adota medidas para fortalecer o Sistema Interligado Nacional

21/01/2015 | 09h49
MME adota medidas para fortalecer o Sistema Interligado Nacional
Free Images Free Images

O Ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, anunciou nesta terça-feira, 20 de janeiro, uma série de providências para reforçar cargas do Sistema Interligado Nacional (SIN), em função de uma interrupção temporária de energia que, na véspera, durante aproximadamente uma hora, afetou 11 estados e o Distrito Federal. Na tarde de segunda-feira (19), houve desligamento de usinas, que conduziram à queda de frequência e à necessidade de corte preventivo de carga para sua recuperação.

Dentre as medidas anunciadas pelo Ministro estão o retorno ao SIN de 867 MW gerados pelas térmicas da Petrobras, acelerando a manutenção preventiva de equipamentos ao longo deste mês e no começo de fevereiro; a transferência adicional ao sistema de 300 MW da Usina Hidrelétrica de Itaipu; a abertura da interligação Sudeste/Nordeste com injeção adicional de mais 400 MW ao Sudeste/Centro-Oeste; e ressincronização da Usina Angra 1, com despacho adicional entre 100 MW e 200 MW. Outras medidas ainda podem ser tomadas.

Essas providências resultarão na adição de cerca de 2 mil MW no SIN, o que dará tranquilidade de fornecimento de energia elétrica para o país, afirmou o Ministro.

De acordo com Braga, o desligamento de usinas no dia anterior não foi causado por falta de energia gerada, mas sim por medidas de segurança, preventivamente. Após listar as causas dos desligamentos e em quais unidades, Braga destacou que desde que o fornecimento de energia foi retomado após a interrupção, o sistema está em funcionamento sem problemas.

Braga ainda reforçou que o sistema elétrico brasileiro é robusto, e que o Ministério de Minas e Enegia acompanha diariamente as condições climáticas, para manter os modelos de análise do sistema cada vez mais calibrados.



Fonte: MME
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar