acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Seminário Biocombustíveis

MMA afirma que licenciamento ambiental deve caminhar com a agenda de desenvolvimento

02/12/2008 | 10h31

Nesta segunda-feira (1/12), durante palestra no seminário "Biocombustíveis - Energia do Século XXI", promovido pelo Infoglobo no Hotel Copacabana Palace, a secretária de Executiva do Ministério de Meio Ambiente, Izabella Teixeira, afirmou que a área ambiental tem de trabalhar junto com a agenda de desenvolvimento econômico.

 

Segundo Izabella, a ordem é incentivar a instalação de usinas de álcool ao longo do alcoolduto que a Petrobras está construindo em São Paulo. De acordo com a secretária o licenciamento para esses projetos não pode ignorar o projeto do sistema de escoamento do produto.

 

Izabella explicou que as licenças serão concedidas, mas com exigências para que as empresas paguem a compensação ambiental pelos empreendimentos.

 

Ainda na área de biocombustíveis, a secretária informou que o Ministério está empenhado também em eliminar as queimadas nas plantações de cana-de-açucar. Segundo ela, a eliminação deve ser gradual e passa pela mecanização das lavouras de cana.

 

Também presente no evento, a secretária estadual de Meio Ambiente, Marilene Ramos, participou do último painel de debates e afirmou que as usinas precisam de tempo para adequar as plantações e investir na mecanização da lavoura para que as queimadas possam ser eliminadas. Segundo ela, o tempo de 12 anos equivale ao período exigido pelo Governo de São Paulo.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar