acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
EUA

Ministro saudita diz que política de Trump é boa para indústria petrolífera

01/02/2017 | 10h24

O ministro de petróleo da Arábia Saudita, Khalid al-Falih, elogiou a política energética do presidente dos EUA, Donald Trump, e afirmou ver com bons olhos o recente aumento na produção dos EUA, "contanto que eles cresçam em linha com a demanda global".

"O presidente Trump tem políticas que são boas para a indústria petrolífera e acho que temos de reconhecer isso", disse Falih, em entrevista transmitida hoje pela emissora britânica BBC. Segundo Falih, a Arábia Saudita poderá elevar seus investimentos no setor petrolífero dos EUA, "com base em políticas que favoreçam a indústria e o petróleo e o gás".

Falih declarou não estar preocupado com comentários de campanha de Trump sobre cortar importações da Arábia Saudita ou taxar petróleo estrangeiro. Ele citou um recente comunicado da Casa Branca sobre política energética, no qual o governo dos EUA se comprometeu a trabalhar "com nossos aliados do Golfo para desenvolver um relacionamento energético positivo, como parte de nossa estratégia antiterrorismo".

"A Arábia Saudita é líder desse grupo (de produtores do Golfo Pérsico) em políticas de energia", afirmou Falih, acrescentando que "há enormes áreas de alinhamento" com a administração Trump.

No mesmo comunicado, a Casa Branca também ressaltou que "o presidente Trump está comprometido a atingir a independência energética do cartel da Opep e de quaisquer nações hostis a nossos interesses".

A Arábia Saudita é o maior produtor da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seu líder informal.

Falih, porém, rechaçou sugestões de que a Opep seja inimiga dos interesses energéticos dos EUA. "Não somos os inimigos", disse o ministro. "As pessoas estão reconhecendo que a Opep é uma força do bem." De acordo com Falih, a relação dos sauditas com os EUA é "muito forte".

Falih também elogiou os nomeados ao gabinete de Trump, incluindo o ex-executivo-chefe da ExxonMobil Rex Tillerson e o ex-governador do Texas Rick Perry. Tillerson e Perry foram indicados para as secretarias do Estado e de Energia, respectivamente.

 



Fonte: Dow Jones Newswire, 01/02/2017
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar