acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Ciência & Tecnologia

Ministro faz aula inaugural e se reúne com empresários em São Paulo

24/02/2015 | 14h09
Ministro faz aula inaugural e se reúne com empresários em São Paulo
Divulgação MCTI Divulgação MCTI

Em aula inaugural concedida ao Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), na segunda-feira (23), em São Paulo, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, afirmou que o Brasil está preparado para enfrentar os desafios do desenvolvimento. E acrescentou que a CT&I são elementos decisivos para o crescimento. Em agenda na capital paulista, Rebelo também participou de almoço com empresários na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), a convite da entidade.

O ministro foi convidado para participar da cerimônia de inauguração do Isitec pelo presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (Seesp), Murilo Celso de Campos Pinheiro. O evento marcou o início das atividades do primeiro curso de graduação em Engenharia de Inovação. O Isitec é uma faculdade sem fins lucrativos e a primeira montada por uma entidade sindical do País. A instituição tem como entidade mantenedora o Seesp.

Em uma cerimônia concorrida, formada pelos primeiros alunos do curso, por autoridades políticas, professores, entidades sindicais e profissionais de arquitetura, engenharia, ciência e tecnologia, Rebelo falou sobre a importância da engenharia. "A engenharia está permanentemente associada à aventura humana pela sobrevivência e construção de nossa existência", disse. Citou realizações desenvolvidas pela engenharia brasileira, como a exploração do petróleo na camada pré-sal. "O pré-sal não foi um golpe de sorte. Foi obra da inteligência brasileira, com anos de pesquisa e apostas "que percebeu que era possível que existisse petróleo abaixo da camada de sal", afirmou.

Sobre CT&I, Rebelo ressaltou a necessidade de o Brasil investir em inovação. "Precisamos inovar, se queremos manter o Brasil entre as dez maiores economias do mundo", disse. Segundo ele, o País deve se apoiar em suas "qualidades, potencialidades e virtudes", mas deve reconhecer que é preciso superar os obstáculos à inovação. E disse que o Isitec nasce com a missão de melhorar a qualidade e a competitividade com o uso da tecnologia e da inovação.  

Na Fiesp, o ministro participou de almoço com o presidente da entidade, Paulo Skaf, e com empresários de vários setores. Durante o evento, Rebelo disse que vai fortalecer o diálogo com o setor empresarial. "Foi uma reunião de trabalho. O Ministério está disposto a aprofundar os laços de cooperação com a Fiesp", afirmou.



Fonte: MCTI
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar