acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Política

Ministro de Ciência e Tecnologia explica na Câmara plano Inova Empresa

15/04/2013 | 15h27

 

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática promoverá uma audiência pública na quarta-feira (17) com o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp. Os parlamentares querem informações sobre os projetos e ações do ministério para 2013, em especial sobre o recém-lançado plano Inova Empresa e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).
O deputado Newton Lima (PT-SP) ressaltou que o aumento da competitividade da economia requer investimentos em ciência e tecnologia.
Plano federal
O Plano Inova Empresa prevê investimentos de R$ 32,9 bilhões para impulsionar, por meio da inovação tecnológica, a produtividade e a competitividade em diversos setores da economia. Os recursos serão aplicados neste ano e em 2014 e contemplarão empresas de todos os portes, dos setores industrial, agrícola e de serviços.
O plano contém quatro linhas de financiamento a atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação: subvenção econômica a empresas (R$ 1,2 bilhão); fomento para projetos em parceria entre instituições de pesquisa e empresas (R$ 4,2 bilhões); participação acionária em empresas de base tecnológica (R$ 2,2 bilhões) e crédito para empresas.
Parte do plano, a Embrapii será uma organização social com a missão de fomentar a cooperação entre empresas nacionais – em especial, as pequenas e médias – e instituições tecnológicas ou instituições de direito privado sem fins lucrativos, voltadas a pesquisa e desenvolvimento.

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática promoverá uma audiência pública na quarta-feira (17) com o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp. Os parlamentares querem informações sobre os projetos e ações do ministério para 2013, em especial sobre o recém-lançado plano Inova Empresa e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).


O deputado Newton Lima (PT-SP) ressaltou que o aumento da competitividade da economia requer investimentos em ciência e tecnologia.



Plano federal


O Plano Inova Empresa prevê investimentos de R$ 32,9 bilhões para impulsionar, por meio da inovação tecnológica, a produtividade e a competitividade em diversos setores da economia. Os recursos serão aplicados neste ano e em 2014 e contemplarão empresas de todos os portes, dos setores industrial, agrícola e de serviços.


O plano contém quatro linhas de financiamento a atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação: subvenção econômica a empresas (R$ 1,2 bilhão); fomento para projetos em parceria entre instituições de pesquisa e empresas (R$ 4,2 bilhões); participação acionária em empresas de base tecnológica (R$ 2,2 bilhões) e crédito para empresas.


Parte do plano, a Embrapii será uma organização social com a missão de fomentar a cooperação entre empresas nacionais - em especial, as pequenas e médias – e instituições tecnológicas ou instituições de direito privado sem fins lucrativos, voltadas a pesquisa e desenvolvimento.



Fonte: Agência Câmara
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar