acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Hidrelétricas

Ministra do Meio Ambiente descarta possibilidade de adiamento do leilão A-5

24/11/2010 | 08h01
A A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse ontem (23) que o leilão de hidrelétricas A-5, previsto para o dia 17 de dezembro, não deve ser adiado apesar de o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) ainda não ter concedido a licença ambiental para a construção das usinas.

Ela disse que, até o momento, não há indicação de possíveis problemas para a concessão do licenciamento, cujo processo é técnico e está dentro do prazo. As usinas hidrelétricas em questão são as de Teles Pires e de Sinop, em Mato Grosso; de Ribeiro Gonçalves, de Cachoeira e de Estreito Parnaíba, as três no Piauí.


O presidente da Eletrobras, José Antônio Muniz, que participou com a ministra da Conferência Hidreletricidade Sustentável, no Rio de Janeiro, reafirmou que as empresas subsidiárias da estatal não vão concorrer entre si no leilão. Ele explicou que as companhias vão se juntar a empresas privadas e que terão pequena participação nos consórcios. “Mas a Eletrobras estará presente na disputa em todas as usinas”, garantiu.


Muniz reiterou que a decisão final sobre a forma de participação das subsidiárias no leilão de hidrelétricas A-5 – que prevê a comercialização de energia a partir de 2015 – será definida pelo Conselho de Administração da Eletrobras, cuja reunião está prevista para o início de dezembro.


Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar